25/02/12

Homem mata amigo por Ciúme da mulher


Vítima foi enforcada porque teria passado a mão na perna da companheira do colega de trabalho, em Jaboticatuba

KARINA ALVES
falesuper@supernoticia.com.br

Acusados foram presos, autuados por homicídio e encaminhados para o presídio de Jaboticatubas
m catador de lixo foi morto de forma brutal por dois colegas de trabalho na madrugada de ontem, em São José de Almeida, distrito de Jaboticatubas, na região metropolitana de Belo Horizonte. O motivo do crime seria um desentendimento entre a vítima e um dos suspeitos, em função de uma mulher. Joabe Pereira da Silva, de 24 anos, foi agredido e enforcado pelos colegas em uma usina de reciclagem de lixo, onde os três trabalhavam.
De acordo com o sargento Adilson Eustáquio, a vítima e o suspeito Carlos Gonçalves dos Santos, de 45 anos, discutiam com frequência porque, há algum tempo, Pereira teria passado a mão nas pernas da mulher do colega. Segundo o militar, desde que o fato aconteceu, o suspeito teria dito várias vezes que mataria o desafeto assim que tivesse oportunidade.
Os catadores costumavam passar a noite nas imediações da usina de reciclagem e, na madrugada de ontem, teriam se reunido para beber. No local, estariam a vítima, o suspeito e Marcos César Cassimiro, de 39 anos. Quando o assunto sobre a mulher de Gonçalves ressurgiu, os dois começaram a brigar. Com a ajuda de Cassimiro, Gonçalves teria matado o colega asfixiado com uma corda de plástico.
A polícia chegou até o primeiro suspeito porque ele teria se desesperado depois do crime. "Ele foi até a casa da encarregada pela usina para pedir dinheiro e relatou que havia matado o colega. Ela disse que não tinha nada para dar a ele e chamou a polícia imediatamente", afirmou o sargento.
A PM recebeu denúncia de que o catador estava tentando conseguir carona nas imediações da rodoviária da cidade. Ele foi preso no local e entregou o colega que o teria ajudado. Cassimiro foi preso em casa. Os dois foram autuados por homicídio e levados para o presídio de Jaboticatubas.
A mulher do suspeito, que teria sido o pivô do desentendimento, não foi encontrada pela Polícia Militar.
Outro assassinatoA polícia está à procura do ex-presidiário Marcos Aurélio dos Santos, de 35 anos, suspeito de matar, com dois tiros na cabeça, Ricardo Barbosa, de 27, que era namorado da ex-mulher dele. A vítima estava na casa na namorada, no bairro Jardim Vitória, região Nordeste de BH, Santos, que vestia uniforme da Superintendência de Limpeza Urbana, fugiu em direção a um matagal. Segundo a PM, a mulher é separada há cinco anos, mas é frequentemente ameaçada pelo ex-marido.
Agride a ex com um facão
Em Ouro Preto, na região Central do Estado, a polícia procura por João Paulo Ferreira Policarpo, de 27 anos, acusado de tentar matar a ex-mulher a golpes de facão. De acordo com a PM, Fabrizia Alfredo Bitarães, de 25, teria ido à casa do ex-marido na noite de anteontem, no bairro Morro Santana, para buscar algumas peças de roupa. Depois de uma discussão, o ex-marido a teria agredido nos braços com um facão de 50 cm, na frente do filho do casal. Parentes impediram que Policarpo matasse a ex. Durante a briga, ele teria dito que, "se ela não fosse dele, não seria de mais ninguém". O acusado fugiu e a vítima foi levada para o hospital

Nenhum comentário:

Postar um comentário