Eleição 2014

Eleição 2014

29/07/2011

Última semana de “Insensato”: morrem André, Leo e o casal gay!

Uma sequência de mortes surpreendentes vai agitar a última semana de "Insensato coração", que termina no dia 19 de agosto. Primeiro Gilberto Braga e Ricardo Linhares (autores) vão matar André (Lázaro Ramos), que sofrerá um choque anafilático durante a biopsia que fará para identificar a gravidade do seu câncer nos testículos. Antes de passar a cirurgia fatal, André fica revoltado ao saber que, aos 37 anos, terá que usar uma prótese para substituir um dos testículos.

André, Carol e Raul/Divulgação Globo
Mas surpresa maior vem com a morte do casal gay Eduardo (Rodrigo Andrade) e Hugo (Marcos Damigo). Felizes por terem acabado de marcar a data para assinarem a união civil estável, os rapazes decidem comemorar na praia, no quiosque de Sueli (Louise Cardoso). Enquanto isso, Vinícius (Thiago Martins) foge da cadeia e decide se vingar de Rafa (Jonatas Faro) e Cecília (Giovanna Lancelotti), que, por uma infeliz coincidência, também estão no quiosque. Armado, Vinícius dispara contra Rafa mas o tiro acerta em cheio Eduardo, que cai morto. Desnorteado, o marginal atira novamente, desta vez um tiro certeiro contra Hugo. Mas antes de disparar, ele diz: "veado bom é veado morto!"

Casal homossexual também vai morrer/Foto Reprodução
Por fim, faltando três capítulos para acabar a novela das nove, morre o vilão Leo (Gabriel Braga Nunes). O verdadeiro assassino é o mistério que será desvendado no último capítulo. A cena da morte do mau-caráter começa com uma discussão entre ele e Norma (Glória Pires). Tudo porque ela descobre que ele enganou outra mulher (Carmem, personagem de Nívea Maria, que morrera de infarto ao perder todo o seu dinheiro).
Revoltada, Norma chega a pegar o revólver e ameaçar atirar em Leo. No entanto, ele consegue dominá-la e a tranca numa sala da mansão, que, teoricamente, estaria vazia (ela, naquele dia, dispensara todos os funcionários). Ao conseguir abrir a porta do quarto, Norma chega à sala e dá de cara com Leo morto com uma facada nas costas. Raul (Antonio Fagundes) chega logo depois e conclui que quem matou seu filho foi a enfermeira. Com isso, Norma vai presa, mais uma vez, injustamente.

Aplicativo de contracheque PMMG / CBMMG atualizado

A pedido de alguns companheiros com quem trabalho, atualizei o aplicativo de cálculo do contracheque PMMG / CBMMG. Agora o aplicativo faz o cálculo com base nos períodos de reajuste anunciado pelo governo. É importante ressaltar que valores em datas diferentes tem valores diferentes, de forma que R$ 4.000,00 em 2015 não será o mesmo que R$ 4.000,00 hoje. Até lá, infelizmente, o preço de sua compra mensal de supermercado irá aumentar, o preço da gasolina também, etc. Portanto, é desaconselhável fazer um planejamento preciso a longo prazo, e muito mais contrair dívidas.

Se hover algum erro no aplicativo, favor informar pelo formulário de contato.

 

Editorial do Blog do cabo Fernando: Meus amigos e amigas, o que a postagem acima diz é que o modo do aplicativo esta correto, mas para as pessoas ao usar o aplicativo e saber o valor do que vai receber daqui até 2015, não se alegrar de que o aumento foi excelente e que o seu salário esta ótimo. De uma visão ampla parece que a situação não é tão ruim assim, mas ao formularem os índices, a equipe governistas, o nosso deputado e as nossas associações, não levaram em conta os índices inflácionários que tivemos a partir de outubro do ano passado, passando por outubro deste ano (quando será pago a primeira parcela do aumento) até a última parcela em 2015. Portanto meus amigos e amigas, quando vocês usarem o aplicativo e chegar ao resultado usando o primeiro índice, retirem do valor total a inflação editada pelo BC de outubro de 2010 a outubro de 2011 e assim sucessivamente até 2015, assim vocês saberão realmente que na realidade nós não tivemos nenhum ganho real e que simplesmente fomos enganados e que alguns ainda continuam enganados tanto pelo atual governo quanto por aqueles que fizeram da assembléia do dia 08/06 um verdadeiro circo, ou seja, o deputado que se diz representante da classe e os presidentes de associações envolvidos que todos sabem quem são.

25/07/2011

Insegurança no coração de Contagem

Histórico de assaltos rouba a paz de comerciantes ao longo da Avenida João César de Oliveira, no Centro da cidade


Thiago Lemos - Do Hoje em DIa - 25/07/2011 - 04:00

Endereço de todo tipo de comércio, a Avenida João César de Oliveira, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, reúne lojistas com um sentimento em comum: a insegurança. O histórico de assaltos e a falta de um policiamento mais efetivo no local, segundo os próprios comerciantes, levam a esta sensação. Dois casos, ocorridos este ano, sintetizam a situação vivida por eles. No início do mês, uma joalheria foi arrombada e o dono decretou falência. Em janeiro, o funcionário de um estabelecimento do mesmo ramo foi morto por ladrões.

Os alvos não estão restritos a um tipo de comércio. Em lojas de roupas, equipamentos eletrônicos, estacionamentos e lotéricas, ouve-se o relato de lojistas vítimas de assaltos. Na maioria do casos, mais de uma vez. Todos são unânimes ao afirmar que, se houvesse policiamento mais eficaz e câmeras do Olho Vivo, prometidas pela prefeitura há mais de cinco anos, os crimes seriam reduzidos.

24/07/2011

CASO BRUNO - elas também querem ter regalias

Mulheres e parentes de presos da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, não escondem a indignação com os privilégios concedidos ao goleiro Bruno Fernandes. Ele teve acesso livre ao telefone do presídio para fazer ligações para parentes e para a noiva, a dentista Ingrid Oliveira. Ontem, na fila de visitas, a notícia gerou muitas reclamações de familiares, que também querem ter as mesmas regalias que o jogador, preso há um ano acusado de mandar assasinar a ex-namorada Eliza Samudio.

O jogador utilizou o telefone corporativo da penitenciária para namorar com Ingrid no fim do ano passado. "Acho muito injusto uns terem o direito e os outros, não. Meu marido nunca pôde me ligar. Se pudesse, ele ia me dar notícias e dizer o que eu preciso trazer para ele na visita, por exemplo", disse a dona de casa Rosimeire Mendes, de 37 anos, que visitava o marido preso há um ano por homicídio.


Leiam na íntegra: http://www.otempo.com.br/supernoticia/noticias/?IdNoticia=59830,SUP&IdCanal=2

Editorial do Blog do cabo Fernando: Estamos no Brasil mesmo. O errado é que esta certo, o criminoso tem todos os direitos, como ficar calado, mentir para se defender, direito a fuga, médico (passe a frente de todos que estão na fila de um posto), dentista, banho de sol, estudo gratuito, suite dentro do presidio para encontros conjugais e outros beneficios desta nossa benévola justiça. Já as pessoas de bem, o trabalhador, aquele que quando tem um emprego, levanta as 4 horas da manhã e muita das vezes tem que pegar 2 ou tres ônibus para chegar ao serviço, ganha o salário mínimo, esse trabalhador não tem nenhum desses direitos que os condenados tem, pois quando o mesmo vai a um posto médico, existe uma fila tão grande que alguns desses trabalhadores(as) acabam morrendo na fila de tanto esperar, esse mesmo trabalhador quando necessita de um defensor público dificilmente consegue, esse mesmo trabalhador se quiser fazer uma gracinha com sua esposa, noiva ou namorada e leva-la a uma suite de hotel, o máximo que ele consegue é ir no hotel Castelinho próximo ao mercado velho em BH e correndo o risco de pegar uma doença.

Porque o índice de violência aumenta a cada dia em nosso país? porque a cada dia novas modalidades de crimes aparecem? Porque a cada dia os criminosos aparecem com armamentos sofisticados e superiores aos da polícia? Simples, porque vale a pena ser bandido, vale a pena matar, roubar, traficar, vale a pena investir no crime, ser bandido é ganhar na loteria. A cada dia que se passa os nossos dignissimos deputados fazem novas leis dando direitos aos criminosos, já as pessoas de bem nada. Os familiares desses bandidos tem direito a um determinado salário e dependendo de quantos filhos tiverem, o salario é maior do que o salário do policial que defende a vida das pessoas de bem. Para a mulher do presidiário quanto mais filhos ela tiver melhor e bom que o seu companheiro não saia nunca da prisão, pois aqui fora esta russo de arrumar emprego para ela ganhar o que ganha com o marido estando preso. E se o preso é solto por força da lei, o único jeito de ele retornar é cometendo outro crime e é o que sempre acontece.

Meus amigos, delegacias e presidios não é hotel. O criminoso para se recuperar tem que sentir na pele os efeitos de seus atos. Se ele foi condenado a 30 anos por um cime hediondo, ele tem que pagar os trinta anos, se ele fugir e for recapturado, essa pena tem que aumentar pelo menos uns 5 anos, se ele participar de qualquer ato criminoso dentro do presidio, tem que ter o mesmo acrescimo. O preso tem que trabalhar sem ser atrelado o trabalho e o bom comportamento a diminuição da pena, ele tem que pagar a pena em sua totalidade sem nenhum dia a menos. Os únicos direitos que o condenado deveria ter é: café da manhã, almoço, jantar, água (para banho e para beber), trabalho (deveria ser obrigatório), estudo (deveria ser obrigatório), médico, dentista e advogado. Que direito que o preso tem hoje e que não deveria ter: Suite para encontros conjugais. tv, rádio, banho de sol, direito a saidas periódicas por bom comportamento, diminuição da pena sobre qualquer pretexto, saídas natalinas (se ele quisesse passar o Natal em casa, que não cometesse crimes), enfim vários outros benefícios que hoje esses criminosos tem. O presidio foi feito não só para recuperar, mas também para corrigir e passar para os futuros bandidos que o crime realmente não compensa. Mas do jeito que esta hoje o pensamento é justamente o contrário e a cada dia a criminalidade ganha adptos. Parte das pessoas que se formam em direito querem se especializar em defender bandidos, pois é o que da dinheiro hoje, já que a profissão de bandido é a que mais aumenta, digo profissão porque só falta os nossos deputados regulamenta-la, pois um salário ela já tem. ESTOU NO BRASIL.








Beneficio dos presos "UU" - Projeto reduz dez dias de pena para cada doação de sangue

A Câmara analisa o Projeto de Lei 453/11, da deputada Andreia Zito (PSDB-RJ), que reduz dez dias de pena para cada doação voluntária de sangue. Conforme a proposta, a medida se aplica ao condenado que cumpre pena em regime aberto e semi-aberto.

O detento poderá doar sangue uma vez a cada seis meses. A doação deverá ser feita em instituição oficial e só será possível mediante atestado médico que declare que o voluntário está apto.

A proposta altera a Lei de Execução Penal (7.210/84). Atualmente, a remição da pena é concedida quando o preso trabalha, na razão de um dia a cada três trabalhados.

A autora a proposta explica que o objetivo é buscar caminhos que garantam aos institutos de hematologia um maior número de doadores e assegurem reservas de sangue para todas as situações necessárias.

Colaboração: por e-mail de João paulo

Editorial do Blog do cabo fernando: Esta é mais uma matéria onde o deputado com tantos projetos que poderiam fazer em benefício das pessoas de bem, daqueles que dão o seu suor para pagar os seus impostos, que a parlamentar faz em favor daqueles que tanto mau fez a população trabalhadora. Parece que defender bandidos e fazer projetos em prol dos mesmos da dividendos, do jeito que a criminalidade aumenta, os nossos políticos estão se especializando na defesa dessa parte escura da população. Meus amigos, ja falei e torno a repetir, enquanto continuar essa mudança de valores, onde estar errado é que esta certo, onde as autoridades em vez de pensar em realmente punir aqueles que tanto danos provocou a nossa já sofrida população, a cada dia dão é mais insentivo para que esses elementos continue no caminho do crime.

So entra na vida do crime quem quer, alguns costuma dizer que ninguém nasce bandido e que a culpa do elemento entrar na vida de crimes é da sociedade, eu também pertenço a "sociedade" e não me considero culpado por aqueles que acham bem mais facil tomar o salário mínimo dauqeles que levaram 30 dias para ganha-lo.

Fui criado em uma creche no RJ até os 5 anos, depois fui transferido para a Febem também no RJ onde fiquei até os 14 anos. A partir dos 15 anos fui colocado na rua, onde fui mendigo, onde procurava o que comer nas latas de lixo, onde pedia esmola para comprar pão e tomar agua, durmia nos vagões das extintas maria-fumaça, debaixo de marquises. Nunca conheci meu pai e minha mãe fui conhecer aos 20 anos de idade. Tive tudo para ser um bandido, encontrei pessoas que me chamaram para assaltar, fumar e vender drogar, mas nunca trilhei por esses caminhos. Passei fome por dias e dias seguidos, tomar banho? nem sabia o que era isso. Tudo isso aconteceu naquela época que não existia esse "tal de direitos humanos", onde matar uma pessoa era como se matasse uma galinha. Pedindo esmolas consegui tirar todos os meus documentos e arrumei sozinho o meu primeiro emprego como vigilante bancario, depois como servente na construção da Ponte Rio / Niteroi, depois como vigilante bancario de novo e assim por diante. Hoje estou aqui, militar da reserva e me considerando Cabo BM e PM, pois me orgulho em dizer que pertenci as duas corporações.

Porque estou contanto parte de minha vida? Para mostrar para os senhores que só entra para o caminho do crime quem quer e que a sociedade não é culpada de nada. Muitos desses criminosos nasceram em berços de ouro, ou são engravatados, ou moram na zona sul, ou são filhinhos de papai e de mamãe. Mesmo aqules que mora na favela, morro, que são filhos de pais desempregados ou que moram nas ruas, não tem nenhum motivo para entrar na vida criminosa e só entram porque é mais fãcil e mais vantajoso do que trabalhar, pois direitos para bandidos a cada dia deputados arruma um, agora deveres nem sei se existe.

Meus amigos, mais uma vez repito, enquanto não se pensar em uma punição severa principalmente para quem comete crimes hediondos, cortando todos os benefícios e aumentando as penas aplicadas, a tendência é aumentar o índice da criminalidade. Tem que se começar la por cima, ou seja, os crimes do colarinho branco, não é só abrir CPI, não é só demitir ministros ou caçar deputados, é fazer eles devolverem o que roubaram, é caçarem os seus bens conseguido com dinheiro publico. Hoje a gente só ve ministros sendo demitido e deputados caçados (quando o são) por nos roubarem, já que o dinheiro é nosso, mas nós não vemos ninguém devolver nada ao contrário, quando são punidos, passam mal e vão para "prisão domiciliar". Ai eu pergunto, desse jeito o crime compensa ou não compensa? Desse jeito e com essa impunidade nós acabaremos ou pelo menos abaixaremos a onda de crimes?

Mandem e-mails para essa deputada acima (na matéria) e dão a sugestão para que ela entrem com o mesmo projeto que ela esta entrando para a diminuição da pena do condenado. Que a parlamentar entrem com o seguinte projeto: A redução de dez dias na reforma para cada vez que o militar doar sangue voluntariamente, o efeito da lei será o mesmo que ela fez para aqueles que tanto mal nos faz.

20/07/2011

Justiça manda prender todos os vereadores de cidade mineira

Revolta. Após suspensão dos
parlamentares, em fevereiro deste
ano, moradores de Fronteira
realizaram protesto na Câmara
Municipal


Os nove vereadores da pequena Fronteira - cidade de 15 mil habitantes localizada no Triângulo Mineiro - foram presos ontem, ao mesmo tempo, durante uma audiência.
Acusados de terem causado um prejuízo de pelo menos R$ 570 mil ao município, eles foram denunciados pelo Ministério Público Estadual (MPE) por formação de quadrilha, improbidade administrativa, dano ao erário e peculato (uso de cargo político para o desvio de verbas).

Em fevereiro, os parlamentares já haviam sido afastados da Câmara devido à suspeita de uso indevido da verba indenizatória de R$ 3.000 mensais (correspondente ao ressarcimento dos gastos com a atividade legislativa) entre janeiro de 2009 e dezembro do ano passado.
Origem: http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=177251,OTE&IdCanal=1

PF vai indiciar oito suspeitos de vender alvarás a presos

A Polícia Federal concluiu a investigação sobre o esquema de venda de habeas corpus a traficantes presos em Minas e vai indiciar por formação de quadrilha e corrupção ativa de oito suspeitos de envolvimento na fraude.

 

No relatório final sobre o caso, que será encaminhado ao Ministério Público Federal (MPF) até a próxima semana, a corporação ainda recomenda ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) que o desembargador Hélcio Valentim de Andrade Filho, apontado como responsável por conceder os habeas corpus aos criminosos em troca de propina, também seja condenado.
Como tem foro privilegiado, o magistrado é investigado pela Corte Especial do STJ, em Brasília. Atualmente, ele está afastado. Entre os oito que deverão ser indiciados estão quatro traficantes que compraram a liberdade, o vereador e advogado Walquir Rocha, o empresário Tancredo Tolentino, a advogada Luciana Amorim e a mulher de um dos presos, Rosana Bitencourt. Todos haviam sido presos no último dia 30 na operação Jus Postulandi, mas já estão em liberdade.


16/07/2011

O Revista Geral deste sábado continua o debate do programa passado. Usurpação de função, promoções, e adicional noturno esses e outros assuntos envolvendo PM e PC

O Revista Geral deste sábado, 16 de julho, vai receber o Presidente do Sindpol – Denilson Martins e o Subtenente Luiz Gonzaga – da Comissão de Direitos Humanos da Aspra para continuar o debate do último sábado (9).


Nossos convidados vão debater com Pascoal Monteiro e Cel. Mendonça vários assuntos envolvendo os servidores da Polícia Civil e Polícia Militar de Minas Gerais. Se você perdeu o debate do último sábado, clique aqui pra se inteirar do assunto e acompanhar o programa de amanhã, 16 de julho.

 
Revista Geral, o programa de rádio da Ascobom que vai ao ar às 16 horas na rádio 107,5 FM. Lembrando que você pode e deve participar pelo e-mail: revistageral@ascobom.org.br

Oribem: http://www.ascobom.org.br/?p=31052
Apenas para reflexão, Cada um tem um ponto de vista diferente...

DIGAM NÃO A TV ALTEROSA !!!, ELES SÃO OS PRIMEIROS A TE JULGAR DIANTE A UMA SOCIEDADE QUE NÃO TE MERECE! “ LEMBRAM DO CASO DO BTL ROTAM NA SERRA? DURVAL ÂNGELO? LAFAYETTE ANDRADA?”

SERÁ QUE TODOS JÁ ESQUECERAM???, E VOLTARAM A CHAMAR IMPRENSA PRA UMA OCORRÊNCIA DE DESTAQUE, E DAR UMA ENTREVISTA LERO-LERO QUE VAI TE RENDER NO MÁXIMO UMA NOTA MERITÓRIA QUE NÃO SERVIRÁ PRA NADA QUANDO O SEU PAD(S) ESTIVER SENDO APURADO, POR TER DADO UM TAPA EM UM VAGABUNDO QUE MATOU E VAI VOLTAR PRA RUA AMANHÃ PRA MATAR TALVEZ A SUA FAMÍLIA OU ATÉ MESMO VOCÊ DURANTE UMA TROCA DE TIROS ONDE VOCÊ TENTA PROTEGER A SUA SOCIEDADE COM A PRÓPRIA VIDA!

O QUE A ROTAM ESTÁ FAZENDO CHAMANDO A ALTEROSA PRA TRANSMITIR SUAS OPERAÇÕES AO VIVO?

QUE MERDA É ESSA? A TV ALTEROSA FOI A PRIMEIRA A CONDENAR TODO O TURNO QUE ESTAVA PRESENTE NO AGLOMERADO DA SERRA. SÃO 13 MILITARES INDICIADOS! VÁRIOS TRANSFERIDOS!

ACORDA BTL ROTAM, ACORDA PMMG!!!!

Origem: http://renataaspra.blogspot.com/

POLÍCIA MILITAR LANÇA CONCURSO COM 308 OPORTUN IDADES

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) lançou edital de concurso público para preencher 308 vagas de níveis médio e superior. A seleção oferece oportunidades nos cargos de assistente administrativo, especialista em educação básica e professor de educação básica. De acordo com o edital de abertura, as remunerações variam entre R$ 911 e R$ 1,3 mil.

Inscrições

Os interessados devem se inscrever entre os dias 20 de setembro e 19 de outubro, por meio do endereço da Fundação Carlos Chagas (FCC). O custo da taxa de inscrição varia entre R$ 37,41 e R$ 47,41.

Avaliações

Todos os candidatos serão submetidos a provas objetivas, aplicadas no dia 8 de janeiro. Além disso, os candidatos também serão submetidos a avaliação de títulos. As vagas são para as unidades do Colégio Tiradentes da Polícia Militar.

FONTE: UAI

13/07/2011

GRUPO DE MILITARES QUE LUTAM PELA MELHORIA DO PL 2109/2011 - TRATA-SE DO AUMENTO SALARIAL DAS FORÇAS DE SEGURANÇA PÚBLICA DE MINAS GERAIS

Companheiro Cabo BM Fernando e digníssima esposa,

Novamente gostaria de manifestar-lhe e também à sua guerreira esposa, o prazer de poder contar com o apoio de vocês, nas reuniões que estamos realizando com Deputados Líderes do Bloco Minas Sem Censura, Oposição ao Governo, na tentativa de ser aberto um novo canal de discussão com todos os Deputados, para tratarmos sobre o PL 2109/11, que estabelece para os próximos cinco anos (2011/2015) a Política de Aumento Salarial das Forças de Segurança Pública de Minas Gerais.

Quero registrar, também, a honra de receber um grupo de Militares e Pensionistas do Triângulo Mineiro, que, de forma voluntária e pagando do próprio bolso as despesas com a viagem e alimentação, se deslocaram até Belo Horizonte e juntaram a nós na reunião no Gabinete do Deputado Antônio Júlio, Líder da Minoria do Bloco da Oposição e Secretário Geral do PMDB.

Ainda, na parte da tarde, esse valoroso grupo de integrantes da nossa família militar mineira, se dirigiu para as Galerias da Assembléia Legislativa, onde permaneceu vigilante até o final da Reunião Ordinária, cuja pauta seria uma tentativa dos Deputados da Base de Apoio do Governo votar, em regime de urgência, a aprovação do PL 2109/11, sem discutir a possibilidade de propor alterações que atendam aos interesses dos Militares e Policiais Civis.

Mais uma vez, sinto que, além de não estarmos sozinhos, não está sendo em vão os nossos esforços de tentarmos convencer aos Deputados, que é possível propor mudanças no PL 2109, através dos Líderes da Oposição, que sempre tem nos honrado com os compromissos firmados, que abaixo passo transcrevê-los:

1- Impedir a votação do PL 2109/11, em regime de urgência, até que os Deputados que apóiam o Governo aceitem discutir as alterações que favoreçam aos Militares e Policiais Civis;

2- Debater com os Deputados da Base de Apoio do Governo, que o parcelamento do aumento até 2015 está revestido de Inconstitucionalidade e Ilegalidade;

3- Convencê-los que o justo e legal é conceder o índice de 15% previsto para 2015, ainda no período de 2011 a 2014, seja antecipando-o ou parcelando-o em 04 anos, pois desta forma as perdas que as nossas remunerações básicas sofrerão com a inflação poderão ser minimizadas um pouco;

4- Tornar público e de conhecimento dos Deputados, que os Líderes dos Militares, durante a Campanha Salarial da Classe, ocorrida em Assembléia no Clube dos Oficiais, impediram aos presentes (Militares da Ativa, Reserva, Reformados e Pensionistas) que houvesse democraticamente uma discussão e deliberação, pela aceitação ou não dos índices, mas ao contrário, apenas comunicaram um acordo prévio feito entre eles e o Governo, por intermédio de seu Secretário Danilo de Castro;

Por fim, não poderia deixar de registrar minha tristeza, por ter tomado conhecimento, por meio de Deputados, que o nosso único Deputado representante da família militar mineira, tem demonstrado com suas atitudes que seu apoio é incondicional aos interesses do Governo e, tem tentado, com freqüência, impedir que haja qualquer alteração no PL 2109, ainda que seja para beneficiar os Militares e Policiais Civis.

Que Deus ilumine e guie as decisões de nossos Deputados, para que eles possam fazer como escolha, uma luta política pela valorização salarial de nossos Profissionais da Segurança Pública, do tamanho de sua grandeza moral e importância social para a paz e defesa do povo morador dessas muitas Minas Gerais.

Um forte e fraternal abraço a toda nossa família militar mineira!

Belo Horizonte, 12 de Julho de 2011.

Vereador Coronel Jefferson


(31)9984-0820 / 9305-0888


(37)9943-1432

Editorial do Blog do Cabo Fernando: Meus amigos e seguidores deste blog. Tudo que o Cel Jefferson descreve em seu texto eu assino embaixo, pois eu estava presente a reunião. Fomos muito bem recebidos pelo deputado Antonio Julio, que não só escutou a todos como nos prometeu a nos ajudar a interceder junto ao lider da maioria Rogerio Correia, para que o mesmo nos receba em uma outra reunião próxima, juntamente com os demais deputados do "MINAS SEM CENSURA", para que possamos passar aos mesmos nossas idéias de melhorias a PL 2109/2011. Antonio Julio concordou na totalidade de nossas propostas e nos prometeu fazer o possível para colocá-las em pratica. Quero agradecer ao cel Jefferson por viabilizar esse encontro. Agora quero dedicar um agradecimento especial aos amigos que vieram de Uberaba, os mesmos que os "NOSSOS POLÍTICOS" na assembléia do dia 08/06, disseram que inativos não faziam greve e que não tinham poder de mobilização, pois foi justamente essses que estiveram presentes a reunião, pois todos eram inativos, apenas um era da ativa, uma pensionista e uma esposa de militar. São sempre essas pessoas que correm atras da Pec 300 e quando são convocados para assembléia para discutir salário, estão sempre presentes. Quero também agradecer o Sgt Adão (fuiii), pelo espirito de liderança e por sua coragem de enfrentar os obstáculos que se Deus quiser nos levará a vitória nessa empreitada. Por fim quero agradecer ao Cabo Anastácio do blog QAP, que mesmo sofrendo toda a espécie de perseguições por aqueles que pensam que ainda estão na idade da pedra ou que estão na época da ditadura, é um dos poucos blogueiros que aderiu ao nosso movimento, publicando todas as matérias referente ao mesmo em seu blog, Anastácio também é um guerreiro. Segue abaixo a relação dos presentes a reunião com o deputado Antonio Julio (PMDB) em 12/07/2011:
Uberaba

Sgt Adão (fuiii) liderando o grupo;

Claudia Helena;

Nilson Raimundo;

Antonio Henrique;

Alaíde Maria;

David Aloisio;

Ricardo Penha;

Francisco Lima;

Antonio Guilherme;

Gilmar Araujo;

Rivaldo de Melo;

Julio Cesar;
Pedro Leopoldo

Jurandir Francisco do Nascimento
Barnacena
Sgt Lisboa
Capital

Vereador Cel Jefferson QOR;

Cabo Fernando, QPR;

Cabo Gerson, QPR;

Cabo Cadeado, QPR;

Cabo Coutinho, QPR

Elizete Batista, minha esposa.

12/07/2011

Tráfico. Parentes de Roni Peixoto
foram presos ontem em BH; na casa
deles foi apreendida droga

Considerado o braço direito em Minas do traficante Fernandinho Beira-Mar, aos 41 anos, Roni Peixoto passou pelo menos os últimos 16 anos entre entradas e saídas da cadeia. Na ficha criminal de Peixoto, as condenações somam 31 anos de prisão - dos quais ele ainda deve 16 anos e 11 meses - além de várias prisões, por envolvimento com o tráfico na Pedreira Prado Lopes (PPL), na região Noroeste de Belo Horizonte. Mesmo no período em que esteve encarcerado, o Gordo, como também é conhecido, resistiu em entregar o comando do tráfico.

Para isso, contou com as brechas da lei que não impediu que mesmo com o extenso histórico criminal, Roni Peixoto fosse beneficiado consecutivas vezes. Desde 2003, o traficante recebeu progressões de pena em pelo menos cinco oportunidades. Em uma delas, chegou a ser beneficiado com a liberdade condicional. As voltas à prisão sempre foram marcadas por flagrantes de envolvimento com o tráfico.
Leiam na ítegra: http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=176509,OTE&IdCanal=6

10/07/2011

MILK NEWS - PROGRAMA 62 - SOU A FAVOR DA GREVE DOS POLICIAIS DE SP



A Polícia de SP está desestimulada, desamparada, descrente e se mobiliza para uma greve geral. A hora é essa ! Eu sou totalmente a favor desse movimento dos policiais.

fonte: http://www.youtube.com/watch?v=n_MnY017sqk&feature=channel_video_title
Editorial do Blog do cabo Fernando: Atenção senhores políticos representantes da nossa classe e presidentes de associações militares, prestem bem a atenção no finalzinho deste video, a indireta do jornalista João leite Neto são para vocês, apesar de ele falar das associações de São Paulo, todos sabem que aqui acontece o mesmo, ou seja, volta e meia alguns presidentes de associações que em sua maioria são militares da ativa e os nossos políticos, fazem visitas de cortesia ao ilustrissimo senhor Cmt Geral, tomando cafezinho em seu gabinete e batendo aquele papo sadio, também de vez em quando fazem visitas a algum secretário de estado, como o senhor Laffaiete Andrada, é aquele que chamou os nossos irmãos da Rotam de bandidos fardados e nenhuma das nossas associações entrou com uma ação contra ele. Eu por exemplo já fui condenado em uma ação interposta contra mim, por danos, devido a recados de terceiros postado no mural deste blog e como se fosse uma sina, novamente estou sendo processado por três oficiais superiores, coincidência ou não do mesmo lugar do primeiro processo. Agora um secretário de estado responsável pelo comando das forças de segurança do nosso estado, chama policiais de um dos batalhões mais conceituado da nossa PMMG de bandidos fardados e nenhuma das nossas associações entra com um processo de danos contra ele? Sou obrigado a concordar com o jornalista acima, realmente tem presidentes e diretores das nossas associações tomando cafezindo nos gabinetes de secretários e porque não dizer nas casas dos mesmos.

Fonte: http://policialbr.com/video/milk-news-sou-a-favor-da?xg_source=msg_mes_network#ixzz1Rhb6Nn6G
Ilmo. Sr.

Álvaro Batista Camilo

Coronel PM-Presidente

CNCG-PM/CBM - Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares

Prezado Cel. Álvaro,

Agradeço, em nome de Roberto Irineu Marinho, sua carta (Ofício no. 098/2011, de 30/06/11) relativo a cena da novela Insensato Coração exibida em 29/6.

Entendemos sua legítima preocupação quanto à fala do fictício delegado, entendida como preconceituosa contra a Polícia Militar, ainda mais em se tratando de uma instituição da mais alta importância para a sociedade. Respeitamos o inequívoco trabalho dos órgãos de segurança pública, e por isso mesmo temos colaborado em diferentes iniciativas relacionadas ao tema, bem como realizado ações para a sua promoção e valorização.

Entretanto, gostaria de fazer algumas ponderações com relação à cena em questão, transcrita abaixo e disponível em:

http://insensatocoracao.globo.com/capitulo/norma-se-revela-para-leo...

Situação: polícia revista (com mandado judicial) a casa de Horácio Cortez (que acabara de ser preso no aeroporto, tentando fugir do país com uma mala de dinheiro) na presença de Rafael (filho de Cortez), quando chega Paula (irmã de Rafael).

Paula Cortez: O sr. é o responsável por essa palhaçada aqui?

Delegado: Delegado Rossi. E a sra. é...?

Paula Cortez: Uma das donas dessa casa. Eu acho um absurdo eu chegar aqui e estar essa bagunça, essa falta de respeito. Vocês não tem mais nada para fazer não, hein? Com tanto mendigo na rua para recolher. Que que vocês fazem, hein? Só recebem propina de motorista bêbado?

Delegado: Acho que a sra. tá confundindo um pouco as coisas, viu? Eu não sou guarda municipal, tão pouco sou policial militar. Por isso mesmo, eu vou te dar um refresco, e vou fingir que não ouvi o que a senhorita acabou de dizer, viu?

Paula Cortez: Como é que é o seu nome?

Delegado: Rossi

- Ah, eu vou te denunciar. Denunciar você e a sua corja. E acho melhor vocês saírem da minha casa...

Rafael Cortez: Cala a boca. Deixa de ser ridícula e pede desculpas.

Paula Cortez: Você tá do lado dele também agora, é?

Delegado: Escuta o seu irmão que ele sabe das coisas, ele estuda direito. Pergunta pra ele o que que é desacato à autoridade, pergunta.

Rafael Cortez: Você já deu ridículo bastante, agora sai do meu quarto. Vaza, por favor!

Como se pode ver no diálogo, a intenção de agredir a autoridade, fazendo acusações à “polícia” (entendida por ela como entidade única), é da personagem Paula, a filha sem ética do empresário criminoso que pouco antes tentara fugir junto com o pai.

Quando o delegado responde, não está ele próprio emitindo juízo ou concordando com as insinuações de leniência e corrupção: “a sra. está confundindo um pouco as coisas”, diz, e então explica – fazendo referência à fala anterior de Paula – que não é “guarda municipal”, uma vez que seria da Guarda Municipal (e não da Polícia Civil) a responsabilidade pela ordem urbana e pelo recolhimento da população de rua, e que não é “policial militar”, uma vez que seria da Polícia Militar (e não da Polícia Civil) a responsabilidade pelo policiamento ostensivo que flagra motoristas alcoolizados ao volante (situação em que poderia haver o ato de corrupção).

A resposta do delegado seria equivalente a dizer: “se você vai mesmo fazer uma provocação (que estou desconsiderando para não ter que lhe dar voz de prisão por desacato), saiba ao menos que há diferentes órgãos de segurança com diferentes funções”. Ele não acusa policiais militares ou guardas municipais de corruptos.

Espero que compreenda, assim, que não houve qualquer intenção de nossa equipe de criação neste sentido. Se, de toda forma, a percepção foi esta, tenha certeza que levaremos ao conhecimento dos autores, de modo que possam estar ainda mais atentos ao entendimento da trama pelo telespectador – algo essencial para a noção de qualidade que caracteriza a produção de teledramaturgia da TV Globo.

Por último, gostaria apenas de destacar o que consideramos um ponto relevante: a telenovela é uma obra autoral de ficção. A história é resultado unicamente da imaginação do autor, está no terreno da fantasia, sem vínculo necessário com a realidade. As tramas, situações e personagens (como a mau-caráter que acusa genericamente uma instituição pública) são meras invenções, assim compreendidas pelo público, que busca apenas entretenimento – seja na TV, no cinema, no teatro ou na literatura, da ficção científica às novelas de época. E é exatamente a liberdade de expressão e criação artística, um valor fundamental assegurado pela Constituição Federal, como bem apontado em sua carta, que permite a um autor contar uma boa história.

Permanecemos à disposição.

Um abraço cordial,

Luis Erlanger

Diretor da Central Globo de Comunicação

fonte: http://policialbr.com/profiles/blogs/resposta-do-diretor-da-globo

09/07/2011

MOBILIZAÇÃO PRÓ-SALARIOS PM/BM DISCIDENTES E CONTRÁRIOS AO ACORDO FEITO ENTRE AS NOSSAS LIDERANÇAS E O GOVERNO

PREZADO COMPANHEIRO CABO BM FERNANDO,

COM O MEU FRATERNAL ABRAÇO, MAIS UMA VEZ, GOSTARIA DE ME DIRIGIR A VOÇÊ, ATRAVÉS DE SEU BLOG, CONSIDERADO POR MIM UM ESPAÇO ONDE O “POVO FARDADO”, DE TODAS AS MINAS GERAIS, TEM ECOADO SUAS VOZES, SEM CENSURA, DE INSATISFAÇÕES COM O QUE OCORREU NA ASSEMBLÉIA DO DIA 08 DE JUNHO NO CLUBE DOS OFICIAIS – COPM -.

ASSIM, POR DUAS VEZES NESSE BLOG, TAMBÉM JÁ MANIFESTEI POR ESCRITO, MINHA INSATISFAÇÃO E DE MUITOS OUTROS, ATRAVÉS DOS ARTIGOS INTITULADOS: “ASSEMBLÉIA, HUMILHAÇÃO OU TENTATIVA DE ALIENAÇÃO” E “MOTIVOS PARA AVANÇAR MAIS NOS ÍNDICES DA POLÍTICA DE AUMENTO SALARIAL DO GOVERNO DE MINAS GERAIS”.

PORÉM, DESTA VEZ, GOSTARIA DE TRANSMITIR A NOSSA FAMÍLIA MILITAR, SEGUIDORA DESSE BLOG, QUE DE FORMA VOLUNTÁRIA E SILENCIOSA, TENHO REUNIDO COM OS DEPUTADOS LÍDERES DO “BLOCO MINAS SEM CENSURA”, OPOSIÇÃO AO GOVERNO DE MINAS, ONDE TENHO RELATADO A ELES O SEGUINTE:

1- NÃO HOUVE DISCUSSÃO E VOTAÇÃO DEMOCRÁTICA DOS ÍNDICES OFERECIDOS PELO GOVERNO DURANTE A ASSEMBLÉIA NO COPM;

2- HOUVE POR PARTE DA COMISSÃO DE NEGOCIAÇÃO, FORMADA POR LÍDERES DE ALGUMAS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DA CLASSE DOS MILITARES, APENAS UM ACORDO PRÉVIO COM O GOVERNO, QUE DURANTE A ASSEMBLÉIA FOI IMPOSTO AOS MILITARES E PENSONISTAS PRESENTES NO GINÁSIO DO COPM;

3- TODAS AS TENTATIVAS DE MANIFESTAÇÕES DE INSATISFAÇÕES COM A CONDUÇÃO DAS NEGOCIAÇÕES E O PARCELAMENTO DOS ÍNDICES, FORAM IMPEDIDAS E CENSURADAS PELAS LIDERANÇAS, INCLUSIVE COM A DESMOBILAZAÇÃO DAS PASSEATAS E CONCENTRAÇÕES PÚBLICAS PREVISTAS APÓS A ASSEMBLÉIA;

4- PORTANTO É PRECISO DAR VOZ E VEZ AOS QUE NÃO TIVERAM VOZ E VEZ NA ASSEMBLÉIA NO COPM, PARA QUE POSSA SER ABERTO UM NOVO CANAL DE DISCUSSÃO COM O GOVERNO, ATRAVÉS DOS DEPUTADOS, PROPONDO AS SEGUINTES SUGESTÕES DE ALTERAÇÕES DO PL 2109/11:

4.1- LEVAR EM CONSIDERAÇÃO QUE OS ÍNDICES TERÃO REDUÇÃO COM A INFLAÇÃO (PERDA DO PODER DE COMPRA DAS REMUNERAÇÕES BÁSICAS DO SOLDADO AO CORONEL), PORTANTO NÃO HAVERÁ AUMENTO DA ORDEM DE 101%, COMO TEM ANUNCIADO O GOVERNO E O COMANDO GERAL DA PMMG;

4.2- PROPOR ANTECIPAÇÃO DO ÍNDICE DE 10% DE OUTUBRO DE 2011 PARA AGOSTO;

4.3- PROPOR ANTECIPAÇÃO DO ÍNDICE DE 15% DE 2015 PARA DEZEMBRO DE 2011 OU SEU PARCELAMENTO EM 4 VEZES, A PARTIR DE 2011, ADICIONANDO AOS ÍNDICES ANUAIS MAIS 3,75%;

DIANTE DESTAS SUGESTÕES, AS LIDERANÇAS DO “BLOCO MINAS SEM CENSURA”, NA PRÓXIMA SEGUNDA FEIRA, DIA 11 DE JULHO, NOVAMENTE TERÃO UM ENCONTRO COMIGO, ONDE SERÁ DEFINIDA A DATA DE UMA REUNIÃO, COM A PRESENÇA DE TODOS OS DEPUTADOS DA OPOSIÇÃO E DE UM GRUPO FORMADO POR MILITARES INSATISFEITOS COM A POLÍTICA SALARIAL IMPOSTA PELO GOVERNO E PELA COMISSÃO DE NEGOCIAÇÕES DAS NOSSAS ENTIDADES DE CLASSES.

PELO QUE FOI EXPOSTO ACIMA, SOLICITO SUA FINEZA DE INICIAR, NO SEU BLOG E DEMAIS MEIOS ELETRÔNICOS DE COMUNICAÇÃO COM NOSSOS MILITARES, UMA AMPLA DIVULGAÇÃO DESSA MENSAGEM, PARA QUE AQUELES QUE DESEJAREM PARTICIPAR DESTA REUNIÃO POSSAM CONFIRMAR SUAS PRESENÇAS E AGUARDAREM ATÉ SEGUNDA FEIRA PARA TOMAREM CONHECIMENTO DA DATA, LOCAL E HORÁRIO DA MESMA.

POR FIM, É PRECISO DEIXAR DE FORMA BEM CLARA E TRANSPARENTE PARA TODOS, QUE ESTAMOS TENTANDO, DEMOCRATICAMENTE, CONVENCER OS DEPUTADOS DE OPOSIÇÃO FORÇAR O GOVERNO REDISCUTIR A POLÍTICA DE AUMENTO SALARIAL DAS FORÇAS DE SEGURANÇA.

PORTANTO, TUDO É POSSÍVEL, OU SEJA, AVANÇAR OU MANTER COMO ESTÁ. MAS, O QUE NÃO PODEMOS É NOS CALARMOS, DEVEMOS SEMPRE, IRMOS A LUTA COM A CORAGEM DE FAZERMOS A NOSSA PARTE, MESMO COM LIMITAÇÕES, PELA DIGNIDADE DA NOSSA FAMÍLIA MILITAR MINEIRA.

UM FORTE ABRAÇO!

BELO HORIZONTE, 09 DE JULHO DE 2011.

VEREADOR CORONEL JEFFERSON











Vereador Coronel Jefferson

(31)9984-0820 / 9305-0888

(37)9943-1432

CASO JUAN - Dona de casa viu assassinato

Uma das vítimas fez a reconstituição
encapuzado


Uma dona de casa contou à reportagem do "Jornal Nacional", ontem, que testemunhou o assassinato do menino Juan de Morais, de 11 anos, durante uma operação da Polícia Militar na comunidade Danon, em Nova Iguaçu. Ela diz que, de fato, havia um traficante no local. "Primeiro eles mataram um bandido. Logo após o Juanzinho saiu correndo. Eles mataram o Juan e correram atrás do irmão do Juan. Eles mataram o Juan, esconderam embaixo do sofá e, 30 minutos depois, apanharam o Juan e jogaram dentro da viatura".

Leiam na íntegra: http://www.otempo.com.br/supernoticia/noticias/?IdNoticia=59260,SUP&IdCanal=3

Sem multa na madrugada de BH

Os 23 equipamentos começaram a
funcionar no dia 27 de junho


Os 23 radares com detector de avanço de sinal deixaram de multar os motoristas na madrugada de Belo Horizonte. Desde ontem, as infrações cometidas no período entre 0h e 5h não são mais consideradas pela Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans). Os 23 equipamentos começaram a funcionar no último dia 27.

Cinco dos semáforos equipados com os radares serão desligados e ficarão piscando com a luz amarela no período de trégua aos motoristas. Os outros 18, localizados em cruzamentos perigosos, irão funcionar normalmente, mas também não terão as infrações registradas.

Leiam na íntegra: http://www.otempo.com.br/supernoticia/noticias/?IdNoticia=59255,SUP&IdCanal=2

SUMIU - Roni Peixoto aproveita regime semiaberto e foge da prisão

Traficante foi preso em novembro do
ano passado

Polícia procura líder do tráfico na Pedreira Prado Lopes, considerado braço direito de Fernandinho Beira-Mar em MG


RICARDO VASCONCELOS

falesuper@supernoticia.com.br

Menos de oito meses depois de ter sido preso, às vésperas de começar uma guerra pela disputa do comando do tráfico de drogas, na Pedreira Prado Lopes, na região Noroeste de Belo Horizonte, o braço direito, em Minas, do traficante Fernandinho Beira-Mar, Roni Peixoto de Souza, de 41 anos, fugiu, anteontem, da penitenciária José Maria Alkimim, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana da capital.

Leiam na íntegra: http://www.otempo.com.br/supernoticia/noticias/?IdNoticia=59250,SUP&IdCanal=2

07/07/2011

GOVERNO - Minas perde R$ 2,7 bi com obras suspensas

 Uma das promessas da então candidata e da hoje presidente Dilma Rousseff as
obras de duplicação da BR-381, previstas para sair do papel ainda este ano, devem ser
adiadas mais uma vez
 Diferentemente do anunciado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) na segunda-feira, o afastamento da alta cúpula do órgão e do ministério põe em xeque o andamento de todas as intervenções viárias previstas para Minas Gerais. O último ato do ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento (PR-AM), que entregou o cargo ontem, congelou R$ 2,69 bilhões em obras e serviços rodoviários do estado, que abriga a mais extensa malha federal do país e considerada artéria do trânsito nacional, por ligar o Norte ao Sul do Brasil. O Ofício 1.246 do Ministério dos Transportes, publicado anteontem, suspendeu por 30 dias todos os procedimentos licitatórios em andamento e previstos para serem publicados, o que adia até a primeira semana de agosto a continuidade ou início de 28 editais publicados pelo órgão somente para o estado.

As três principais obras congeladas – a duplicação da BR-381, no trecho entre Belo Horizonte e São Gonçalo do Rio Abaixo; a revitalização do Anel Rodoviário da capital e as melhorias no trecho entre o trevo de Ouro Preto e Ressaquinha da BR-040 – somam investimentos de R$ 2,5 bilhões. Os outros 25 editais, divididos em praticamente todo o estado, somam R$ 195,7 milhões e preveem, entre outros serviços, a manutenção nas rodovias, recuperando as boas condições das vias.  

Leiam na íntegra: http://www.estaminas.com.br/em.html

JUSTIÇA - BH tem um déficit de 18 juízes

Tribunal tem cem varas em BH e 18
estão sem titulares


Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, das cem varas existentes no município, 18 estão sem juízes fixos. O problema ocorre pela lentidão na nomeação de profissionais no lugar daqueles promovidos a desembargador ou que se aposentam.

As varas desguarnecidas são atendidas por juízes auxiliares. Mas, segundo um servidor do TJMG, que pediu para não ser identificado, eles costumam responder por várias repartições simultaneamente e, por isso, não mantêm uma frequência de trabalho, dando prioridade aos casos urgentes. "Algumas varas têm mais de 12 mil processos acumulados".

O TJMG garante que os 58 juízes auxiliares da capital conseguem atender à demanda, mas reconhece que a situação se agravou devido a uma resolução do Conselho Nacional de Justiça, que exige uma série de critérios para promover os magistrados por merecimento, dificultando a nomeação.

A situação se repete no interior. Das 297 comarcas mineiras, 17 estão sem juízes titulares desde o ano passado.

Denúncias fazem ministro deixar cargo

Nascimento enviou carta de demissão
a Dilma


O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR-AM), deixou o cargo ontem após denúncias sobre um suposto esquema de superfaturamento em obras envolvendo servidores da pasta. A crise se agravou ontem após suspeitas de que o filho do ministro tenha enriquecido ilicitamente em razão do cargo ocupado pelo pai.

Anteontem, Nascimento determinou a suspensão, por 30 dias, de novas licitações e aditivos no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e na Valec. Com isso, não podem ser realizados novos contratos e os que estão em vigência não podem ser executados. Entre as obras comprometidas está a duplicação da BR-381 no trecho entre Belo Horizonte e João Monlevade. A revitalização do Anel Rodoviário e a reforma da BR-040 entre Ouro Preto e Ressaquinha também estão na lista.

Leiam na íntegra: http://www.otempo.com.br/supernoticia/noticias/?IdNoticia=59177,SUP&IdCanal=2

06/07/2011

Correção: Policial civil com sinais de embriaguez bate em moto de PM e em outros cinco veículos em Sabará

MATEUS RABELO/KARINA ALVES

Siga em: twitter.com/OTEMPOonline

Um delegado da Polícia Civil se envolveu em um acidente com uma motocicleta e outros cinco carros no final da noite dessa terça-feira (5) em Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte. O policial, segundo a PM, apresentava sinais de embriaguez.

De acordo com os militares, o delegado dirigia pela rua Vulcano, no bairro Ana Lúcia, quando teria perdido o controle da direção e batido nos veículos, que estavam estacionados na via. Um soldado da PM, que estava em sua moto, também foi atingido e sofreu um ferimento na perna.

Ainda segundo a polícia, ao descer do veículo, o policial civil apresentava sinais claros de embriaguez. Ele não foi submetido ao teste de etilômetro. A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Sabará.

A Polícia Civil informou que irá apurar o caso e as circunstâncias do acidente.

Luciano Huck pagará R$ 40 mil por criar mariscos sem autorização

Rio de Janeiro. O apresentador Luciano Huck foi condenado pela juíza da 1ª Vara Federal de Angra dos Reis, Maria de Lourdes Coutinho, a pagar R$ 40 mil por instalar uma criação de mariscos em frente à casa que tem na Ilha das Palmeiras, no litoral do Rio de Janeiro.

De acordo com o processo instaurado pelo Ministério Público Federal que resultou na punição, a criação, que levou à instalação de um cercado com boias no mar, foi feita sem autorização dos órgãos ambientais.

A juíza determinou que as boias sejam retiradas, caso contrário, ele terá de pagar multa de R$ 1.000 por dia. A assessoria de Luciano Huck informou que ele vai recorrer da decisão.

Leiam na íntegra: http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=175969,OTE&IdCanal=7