Eleição 2014

Eleição 2014

29/06/2011

ACESSEM O SITE DA CUME E SAIBAM DO QUE CAPAZ UMA VERDADEIRA ASSOCIAÇÃO

Central Única dos Militares Estaduais - CUME, é uma associação diferente das demais e bem mais em conta para você pagar. Tem vários convênios com pousadas. Tem em seu quadro uma equipe de advogados especializados em causa na justiça militar e esta entrando na justiça com uma ação para a reforma dos militares socios que completarem 25 anos de serviço. Entrem no site http://www.cume.org.br/ e fale com o presidente CB PM WALTER CARVALHO SOUZA FAGUNDES, ou contate diretamente com o setor jurídico Drª JULIANA.

OBJETO SOCIAL

A Central Única dos Militares Estaduais (CUME) tem como objeto social:

Promover o bem estar social do Policial Militar e Bombeiro Militar do Estado de Minas Gerais e seus dependentes bem como dos demais associados.

Promover, divulgar, e incentivar o desenvolvimento das atividades de esportes, lazer e cultura;

Promover e incentivar a divulgação de atividades sociais e culturais assim considerados:

- Cultural: promover o intercâmbio e interação de escolas de formação profissional, incentivo à arte e cultura de um modo geral, desenvolvimento de programas de conscientização sobre o meio ambiente;

- Social: promover a criação de programas diversos de sociabilidade entre os sócios, programa de valorização do pessoal da reserva e reformados, programas de terapias ocupacionais, divulgação e desenvolvimento de ações sociais em diversos níveis.

Apoiar e incentivar o desenvolvimento e a execução de seminários, simpósios, congressos e cursos com a participação de seus membros em conjunto com outras entidades para o bem estar social de seus participantes bem como de toda a sociedade.

Participar com a administração da PMMG, CBMMG e o poder público em geral, em questões que envolvem a segurança pública e defesa social.

Participar com a administração pública dos poderes executivos e legislativos federal, estadual e municipal para desenvolvimento de programas de incentivo à cultura, esporte, lazer, promoção e assistência social, ai incluindo programas habitacionais para as famílias dos policiais e bombeiros militares, bem como dos demais associados, no que couber.

Promover a valorização da classe dos militares estaduais junto aos órgãos públicos e privados através de ações conjuntas e pacíficas, na defesa da dignidade da pessoa humana, contribuindo para a integração social e desenvolvimento integral desta categoria;

Promover a valorização das diversas classes de associados CUME junto aos órgãos públicos e privados através de ações conjuntas e pacíficas, na defesa da dignidade da pessoa humana, contribuindo para a integração social e desenvolvimento integral destas categorias;

Estimular a parceria, o diálogo e a solidariedade entre os diferentes segmentos sociais, participando junto a outras entidades de atividade que visem interesses comuns;

Representar seus sócios individualmente ou coletivamente, em suas reivindicações funcionais, judiciais e extrajudiciais, perante aos órgãos públicos dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

BC sobe de novo estimativa de inflação para 2011, que já beira 6%

Com isso, previsão se distancia do centro da meta de inflação de 4,5%.



Autoridade monetária também sobe expectativa para o IPCA de 2012.


Alexandro Martello

Do G1, em Brasília

imprimir O Banco Central elevou nesta quarta-feira (29) a sua estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano, informou a autoridade monetária por meio do relatório de inflação do segundo trimestre.

A previsão anterior, feita em março do ano passado, era de que a inflação ficasse por volta de 5,6% em 2011. No documento divulgado nesta quarta, a expectativa da autoridade monetária avançou para 5,8%. Para 2012, a expectativa de inflação da autoridade monetária, que estava em 4,6%, avançou para um valor mais próximo de 5%.

Apesar do aumento de sua estimativa de inflação, o Banco Central ainda prevê menos inflação do que o mercado financeiro. Os economistas dos bancos acreditam que o IPCA ficará por volta de 6,16% neste ano e de 5,15% em 2012.

Cenário de mercado

No chamado "cenário de mercado", que utiliza as projeções dos economistas das instituições financeiras e que, portanto, é considerado mais factível, a projeção do BC para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano subiu de 5,6%, em março deste ano, para 5,8% no documento divulgado nesta quarta-feira (29). Para 2012, a projeção subiu de 4,6% para 4,9%.
 

SEM ESTRUTURA - Presos ficam acorrentados em delegacia de patos de Minas

Em vez de celas, correntes. Esta é a situação da Delegacia de Furtos e Roubos de Patos de Minas, no Alto Paranaíba. Os detentos são algemados a uma corrente enquanto esperam o encaminhamento do delegado, já que a delegacia não possui celas para abrigar os presos. Além disso, o local apresenta infiltrações, mofo excessivo, encanamentos quebrados, fiação elétrica precária e janelas quebradas.

O imóvel foi construído em 1912 e, por ser um dos prédios públicos mais antigos de Minas, foi tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha) na década de 1990 - quando funcionava uma cadeia no local.

Em 2002, o prédio passou por uma reforma, na qual recebeu pintura nova e reboco completo em sua fachada. Mas a estrutura continuou comprometida, pois o tombamento impede mudanças drásticas no aspecto.

Segundo o delegado Luiz Mauro Sampaio, várias salas do prédio estão inutilizadas, servindo apenas para o depósito de papéis e documentos antigos. "O mofo tomou conta de quase todo o local, as janelas estão quebradas e quando chove enfrentamos um grande problema de infiltração", disse.

Dessa forma, a delegacia, que oferece suporte a outras 14 cidades, mantém os presos algemados a uma corrente, enquanto aguardam transferência para o presídio da cidade. "Todo preso que recebemos da PM tem de ficar em uma sala preso a uma corrente, porque não temos celas", acrescentou o delegado.

Responsável

A secretaria de Patrimônio Histórico de Patos de Minas informou que a responsabilidade para reformar o prédio é da Secretaria de Estado da Defesa Social. O órgão estadual, por sua vez, alegou que somente o Ministério como o prédio pertence à Polícia Civil e ainda "não houve conversação para a transição de responsabilidades, logo, o Estado ainda não pode intervir". A Polícia Civil, por meio do delegado titular Élder Barra, informou que pretende repassar o prédio (veja matéria abaixo).

26/06/2011

Carreata dos bombeiros do Rio vai de Copacabana ao Recreio

Bombeiros querem anistia criminal e administrativa para os 439 presos.

Mais cedo, professores, PMs e funcionários públicos integraram passeata.

Depois da caminhada realizada na manhã deste domingo (26) na Zona Sul do Rio, centenas de bombeiros iniciaram no início da tarde uma carreata que segue de Copacabana em direção ao Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste. Pelo menos 100 carros particulares seguem um caminhão em que a categoria pede a anistia criminal e administrativa para os 439 agentes presos após a ocupação do Quartel Central da corporação, no dia 3 de junho, no Centro.

Leiam na íntegra: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2011/06/carreata-dos-bombeiros-do-rio-vai-de-copacabana-ao-recreio.html

GOVERNO LUTA PARA EVITAR A APROVAÇÃO DE PEC QUE UNIFICA SALARIO PARA POLICIAIS

Antes do recesso parlamentar, com previsão para começar em 15 de julho, o governo terá uma longa batalha a fim de evitar que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que unifica os salários das polícias estaduais seja levada a plenário. Representantes da categoria pressionam os deputados federais de seus estados a assinarem um requerimento para que o projeto seja votado em segundo turno o mais rápido possível. A PEC 300, como é conhecida, já esteve em pauta em março do ano passado e foi aprovada em uma primeira votação, mas com várias modificações em relação ao texto original. Segundo a Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol), pelo menos 460 parlamentares já aderiram ao movimento.

Um grupo de policiais civis, militares e bombeiros militares programa para 5 de julho uma manifestação em Brasília para entregar o requerimento ao presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS). “Até agora, 460 deputados assinaram o documento pedindo que a matéria seja colocada em votação em segundo turno, mas o número de parlamentares deve aumentar, já que falta a coleta em alguns estados, como o Rio de Janeiro”, explica o presidente da confederação, Jânio Bosco Gandra.

Os representantes dos policiais admitem não discutir a questão salarial nos próximos meses, caso o governo e o presidente da Câmara garantam que a proposta seja votada em segundo turno. “Queremos que isso ocorra ainda antes do recesso, quando começa a mobilização de várias entidades em Brasília”, diz o dirigente da Cobrapol. “Estamos trabalhando por etapa e o valor do piso salarial único será definido depois”, acrescenta.

No início da semana, o governo se movimentou para evitar que a PEC 300 seja aprovada. O Palácio do Planalto tenta convencer os governos estaduais de sua base a pressionarem os deputados a não votar, sob o argumento de que a aprovação significaria um impacto de R$ 50 bilhões anuais no Orçamento. Porém um dos argumentos dos estados é justamente o de que a PEC tinha apoio incondicional do ex-ministro da Justiça Tarso Genro — hoje governador do Rio Grande do Sul.

Teto de vidro

No texto inicial, a PEC 300 fixava salários de R$ 3,5 mil para policiais que ocupavam cargos básicos e R$ 7 mil para cargos de confiança. Na votação em primeiro turno, ano passado, a apresentação de destaques tirou os valores fixados. Em 2010, centenas de policiais ocuparam a Câmara e chegaram a acampar no Salão Verde. O protesto era pelo fato de os parlamentares não terem votado a matéria em segundo turno, como estava definido.

Remuneração da PM

O DF é onde a PM recebe maior salário inicial, segundo entidades ligadas ao setor

UF Salário base (R$)

Distrito Federal - 4.129.73
Sergipe - 3.012
Goiás - 2.722
Mato Grosso do Sul - 2.176
São Paulo - 2.387
Paraná - 2.128
Amapá - 2.070
Minas Gerais - 2.041
Maranhão - 2.037,39
Bahia - 1.984,23
Alagoas - 1.818,56
Rio Grande do Norte - 1.815
Espírito Santo - 1.801,14
Mato Grosso - 1.796,71
Santa Catarina - 1.600
Tocantins - 1.572
Amazonas 1.546
Ceará - 1.529
Roraima - 1.526,91
Piauí - 1.372
Pernambuco - 1.331
Acre - 1.299,81
Paraíba - 1.297,88
Rondônia - 1.251
Pará - 1.215
Rio Grande do Sul - 1.172
Rio de Janeiro - 1.137,49

fonte: Estadão MG

Fonte: http://policialbr.com/profiles/blogs/governo-luta-para-evitar?xg_source=msg_mes_network#ixzz1QOT5nSK5

REFLEXÃO DE UM LEITOR SOBRE A CAMPANHA SALARIAL 2011 PMMG

Caros companheiros(as), após ter transcorrido quase quatro semanas daquele fatídico dia 08 de junho de 2011, curvo-me sobre minha escrivaninha com a intenção de recolocar minhas idéias em ordem, tendo em vista o duro golpe que nos levou ao solo, desferido por aqueles que se apresentavam como lideranças do movimento dos policiais militares e bombeiros militares em prol da melhoria dos seus salários.

Colaborador anônimo, via email

Leiam na íntegra: http://noqap.blogspot.com/

25/06/2011

PREZADO CB BM FERNANDO, SEMPRE QUE POSSO TENHO ACESSADO SEU BLOG.

NELE VEJO UMA CAIXA DE RESSONÂNCIA DOS MAIS PUROS E SINCEROS SENTIMENTOS E OPINIÕES DE MUITOS DOS INTEGRANTES DA NOSSA FAMILIA MILITAR MINEIRA OU DO POVO FARDADO, COMO DISSE, CARINHOSAMENTE, O CB PM GILBERTO NESSE BLOG.

LOGO APÓS A ASSÉMBLEIA DO DIA OITO DE JUNHO, NA QUAL ESTIVE PRESENTE, COMO NAS DEMAIS, ONDE SE ANÚNCIOU O AUMENTO SALARIAL PARA OS MILITARES, SEU BLOG FICOU AINDA MAIS VISITADO.

POR ESTE MOTIVO NÃO PODERIA DEIXAR DE MOSTRAR AOS NOSSOS COMPANHEIROS DE FARDA, QUE ESSE GOVERNO NEOLIBERAL – PSDB – QUE PREGA UM ESTADO MÍNIMO, ECONÔMICO – CHOQUE DE GESTÃO - E EFICIENTE PARA SEU PROJETO DE PODER POLÍTICO EM MINAS GERAIS, QUE JÁ DURA MAIS DE OITO ANOS -, TENTA SUBMETER AS FORÇAS DE SEGURANÇA PÚBLICA NUMA ESTRATÉGICA DE ALIENAÇÃO MATEMÁTICA, COM SUA FALÁCIA DE QUE CONCEDEU AOS MILITARES E POLÍCIAIS, NO LIMITE DE SEUS ESFORÇOS, UM AUMENTO REMUNERADÓRIO DA ORDEM DE 101 % ESCALONADO EM 4 ANOS.

AINDA, O GOVERNADOR ANASTASIA, RECENTEMENTE, DISSE NA RÁDIO ITATIAIA, NO PROGRAMA INTITULADO “CONVERSA COM O GOVERNADOR”, QUE EM RAZÃO DE SUA POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DA ÁREA DA SEGURANÇA PÚBLICA TEM RECEBIDO ELOGIOS DE GOVERNADORES DE OUTROS ESTADOS.

TAMBÉM, EM NOTA OFICIAL DE DIVULGAÇÃO INTERNA, O CMT GERAL DA PM REFERENDOU ESSAS PALAVRAS DO GOVERNO, RESSALTANDO QUE EM 2015 A REMUNERAÇÃO INICIAL DO SOLDADO DE PRIMEIRA CLASSE SERÁ DE CR$ 4. 098, 42 E QUE SE TRATA DA ADOÇÃO DE POLÍTICA SALARIAL SEM PRESETENTE NO PASSADO RECENTE.

DA MESMA FORMA AGIRAM AQUELES COMPANHEIROS DE FARDA, QUE SEM A NOSSA DELEGAÇÃO DE PODERES ENCERRARAM AS NEGOCIAÇÕES, NUM ÚNICO ENCONTRO COM O SUPER - SECRETÁRIO E ARTICULADOR POLÍTICO DO GOVERNADOR, DANILO DE CASTRO, ONDE DECIDIRAM POR NÓS QUE OS NOVOS ÍNDICES OFERECIDOS ERAM ALGO, REALMENTE, SEM PRESETENTES EM NOSSAS VIDAS DE SUBALTERNOS, COMO AFIRMA O CMT GERAL.

ASSIM, SEM MUITA DELONGA NAS PALAVRAS E SEGUINDO UM DITÁDO POPULAR DE QUE DIANTE DE FATOS E NÚMEROS NÃO HÁ QUEM CONTESTE, GOSTARIA DE CONTRADIZÉ-LOS COM ALGUMAS CONSIDERAÇÕES A SEGUIR:

1- SE A INFLAÇÃO FOSSE ZERO ATÉ 2015 O AUMENTO NOMINAL NÃO SERIA DE 101 %, MAS DE 100,73%;

2- COMO O GOVERNO FEDERAL ESTABELECEU COMO META MANTER A INFLAÇÃO ENTRE 5 A 6% AO ANO, O AUMENTO REAL VARIARÁ ENTRE 59,69 A 52,72%; ATÉ 2015;

3- ASSIM, CONSIDERANDO ESSES ÍNDICES REAIS, A MENOR REMUNERAÇÃO BÁSICA – SD PRIMEIRA CLASSE – FICARÁ ENTRE R$3. 260,37 E R$3.181,11 E A MAIOR - CEL – ENTRE R$12. 550,42 E R$12. 002,80;

4- JÁ O GOVERNO FEDERAL – PT – IRÁ REAJUSTAR O SALÁRIO MÍNIMO, COM BASE NA INFLAÇÃO ANUAL ACRESCIDA DO PIB – CRESCIMENTO DA ECONOMIA -, ELEVANDO-O PARA PELO MENOS 835,13 ATÉ 2015;

5- PORTANTO EM 2015 A REMUNERAÇÃO BÁSICA DO SD DE PRIMEIRA CLASSE EQUIVALERÁ NO MÁXIMO A 3,90 SALÁRIOS MÍNIMOS E A REMUNERAÇÃO BÁSICA DO CEL A NO MÁXIMO 15,02 SALÁRIOS MÍNIMOS;

6- NUM PASSADO RECENTE, EM 2002, O GOVERNO ITAMAR FRANCO DEIXOU UM SOLDADO DA PM/BM COM 05 (CINCO) SALÁRIOS MÍNIMOS; (O SALÁRO MÍNIMO ATUALMENTE É O MELHOR INSTRUMENTO PARA SE MEDIR O PODER DE COMPRA DO TRABALHADOR);

COM ESSAS MANIFESTAÇÕES, NÃO TENHO A INTENÇÃO DE CRIAR UM CLIMA DE REVOLTA NOS QUARTÉIS, MAS APENAS CONSCIENTIZAR A TROPA, DO SOLDADO AO CORONEL, QUE ANTES DE 1997 VIVIAMOS ALIENADOS POLITICAMENTE, MAS HOJE TENTAM NOS ALIENAR DO QUANTO CUSTA PARA SE VIVER, JUNTAMENTE COM NOSSOS FAMILIARES, COM DIGNIDADE HUMANA.

BUSCO REFLEXÃO DO QUANTO É HUMILHANTE, TODOS OS ANOS, REUNIRMOS EM ASSEMBLÉIA OU IRMOS AS RUAS EM PASSEATA PARA MENDIGAR AUMENTO SALÁRIAL, E SOMENTE ASSIM SERMOS LEMBRADOS PELO GOVERNO COMO MEROS VASSALOS, BOBOS DA CORTE E QUE A TUDO QUE ELE OFERECE, NOSSOS LÍDERES DIZEM AMÉM, INCLUSIVE ATÉ 2015.

ASSIM, ESPERO TER DEIXADO CLARO QUE NÃO TEREMOS AUMENTO SALARIAL MAGNÍFICO, COMO DIZ O GOVERNO, O CMT GERAL E NOSSOS LÍDERES, NEM MESMO RECUPERAÇÃO DAS PERDAS, SE COMPARADO COM O GOVERNO ITAMAR FRANCO, MAS CONTINUO NA DÚVIDA SE PARTICIPAMOS DE UMA ASSEMBLÉIA, DE UMA HUMILHAÇÃO OU TENTATIVA DE ALIENAÇÃO.

CB FERNANDO, PARA MELHOR ESCLARECIMENTO DE TODOS, GOSTARIA QUE VOCÊ POSTASSE ABAIXO DESSA MENSAGEM, OS QUADROS QUE TE ENVIEM, QUE BEM DEMONSTRAM COMO FICARÃO AS REMUNERAÇÕES BÁSICAS DE TODOS POSTOS E GRADUAÇÕES, COM SEUS GANHOS NOMINAIS, COM BASE NOS ÍNDICES DADO PELO GOVERNO E AS PROJEÇÕES DE GAMHOS REAIS, CONSIDERANDO A INFLAÇÃO ATÉ 2015.

POR FIM, QUERO SUGERI QUE AS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DA CLASSE DOS MILITARES ESTADUAIS, QUE NÃO FIZERAM PARTE DAS NEGOCIAÇÕES, SE UNAM E CRIEM A “FRENTE DE LUTA PRO-SALÁRIOS DOS MILITARES DE MINAS GERAIS”, QUE TERÁ COMO MISSÃO A MOBILIZAÇÃO DOS 76 (SETENTA E SEIS) DEPUTADOS ESTADUAIS, PELA ALTERAÇÃO DO PROJETO DE LEI DO GOVERNO NR 2109/11, QUE JÁ ESTÁ NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA, E ESTABELECE O REAJUSTE SALARIAL DOS SERVIDORES DA SEGURANÇA PÚBLICA NO PERÍODO DE 2011/2015.

UM FORTE E FRATERNAL ABRAÇO A TODOS!

VEREADOR CORONEL JEFFERSON DE BOM DESPACHO.
 
                                                                          CORONEL
Clique nas imagens para aumenta-las
Conforme eu havia prometido, ai esta a tabela feita por um matemático e economista enão por pessoas leigas que as vezes apenas sabem manejar uma calculadora e pensam que sabem cauculçar índices. Não fui eu que calculei nada, apenas fizeram esta tabela a meu pedido, para tentar provar a vocês primeiramnete que não tivemos 101% de aumento como foi anunciado pelas lideranças, mas sim 100,73%. E os índices oferecido pelo governo e assinado pelas lideranças, ou melhor, assinado pelo nosso deputado e homologado pelas nossas lideranças, foram feitos sem levar em conta a inflação que nós ja tivemos e a que teremos até 2015, portanto é falasa a informação de 101%. Qualquer dúvida que os senhores tiveram com referencia aos calculos desta tabela, imprime-a e pergunte a um matemático se ela esta correta ou não, mas não pergunte a pessoas leigas, mas mesmo as pessoas leigas podem até não fazer os calculos, mas decifrarão com facilidade a referida tabela. Aguardem que mais surpresas estão por vir.

Cabo Fernando

GOVERNO LIDERANÇAS E O CMT GERAL DA PMMG NÃO SE ENTENDEM QUANTO O VALOR TOTAL DE ÍNDECES DADO A TROPA

Prezado Policial Militar,

Cumprindo o compromisso de sempre manter os policiais militares esclarecidos sobre as negociações com o Governo do Estado, comunico que o Excelentíssimo Senhor Governador, após nova avaliação do aumento salarial concedido, decidiu reajustar a primeira parcela de 7% para 10% e antecipar o pagamento da mesma para o mês de outubro de 2011. As demais parcelas ficaram assim: em Out2012: 12%; em Out2013: 10%; em Jun2014: 15%; em Dez2014: 12% e em Abr2015: 15%, totalizando agora 100,73% acumulados no período.

Assim, a remuneração inicial do Soldado de 1ª Classe passará para R$ 4.098,42, ao final do período. Trata-se da adoção de uma política salarial sem precedente no passado recente.

Como se viu, o Governo do Estado tem mantido o constante diálogo com o Comando, entidades e parlamentares e a disposição clara de continuar investindo na melhoria das condições de trabalho e de qualidade de vida dos militares estaduais.

Na oportunidade, enalteço a postura madura e disciplinada dos integrantes da Polícia Militar que continuamente honram o voto de confiança que nos foi depositado pela sociedade.

Um abraço,

RENATO, CORONEL PM

Editorial do Blog do cabo Fernando: Meus amigos e seguidores, as nossos lideranças estão atirando para tudo quanto é lado, estão eufóricos, porque este blog, justamente por ser independente e democratico esta dando voz a todos e esta colocando por terra toda a podridão que esta por trás do aumento oferecido pelo governo. Mais uma vez estou mostrando e provando para os senhores que nós não teremos em 2015 101% de aumento mas sim 100,73%, reparem que o próprio Cmt Geral chegou a esta conclusão em seu aviso postado no site da PMMG. Vou mostrar para os senhores como o Cmt Geral chegou a conclusão que o total de nosso reajuste é 100,73%. A mesma matemática foi feita pelo governador e pelas nossas lideranças para se chegar aos 101%. Mas tanto o governo quanto o Cmt Geral estão falando em reajustes nominais e não reais, pois como vocês podem perceberem, tanto um quanto o outro não estão considerando a inflação que ja tivemos desde o ultimo aumento em 2010 e a inflação que teremos da 1ª parcela deste ano até a ultima em 2015. Portanto meus amigos, esta claro e provado que não teremos em 2015 101% considerando as perdas inflacionárias que teremos em 2015.

100 + 10% (primeira parcela em em 2011) = 110

110 + 12% (segunda parcela em 2012) = 123,2 123,2 + 10% (terceira parcela em 2013) = 135,52

135,52 + 15% (quarta parcela em 2014) = 155,84

155,84 + 12% (quinta parcela em 2014) = 174,54

174,54 + 15% (sexta parcela em 2015) = 200,73

200,73 - 100 = 100,73%

23/06/2011

UOL lança aplicativo de economia para iPad

 
Um novo aplicativo para iPad lançado pelo UOL permite que os leitores tenham acesso móvel a informações econômicas. O app UOL Cotações traz o movimento das principais Bolsas de Valores do mundo e busca de ações, variação do dólar e conversor de moedas, os mais importantes índices econômicos, além das notícias do dia.

O usuário tem acesso às informações da Bovespa, por meio de gráficos, como a oscilação dos pontos e valores mínimo e máximo, acompanhadas durante todo o pregão.

As ações podem ser buscadas pelo código ou pela empresa, tendo como resultado cotação, variação e volume.

O câmbio diário do dólar também está disponível. E um conversor de moedas usadas em 90 países, como euro, iene e peso, além do dólar.

O leitor ainda encontra no UOL Cotações as últimas atualizações dos índices econômicos, como taxa Selic, IPCA e salário mínimo.

As principais notícias econômicas, divididas em finanças pessoais, Imposto de Renda, cotações e dicas de investimento podem ser acompanhadas.

As informações contidas nesse aplicativo, desenvolvido pela Livetouch, são atualizadas automaticamente. O produto está disponível para ser baixado na App Store.

O UOL oferece esse conteúdo gratuitamente, mas a navegação pode ser cobrada pela operadora do usuário, caso não esteja em uma rede Wi-Fi ou não tenha um plano de dados ilimitado.

APROVADA - Anistia para bombeiros

Bombeiros protestaram na porta da Assembleia

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou ontem o projeto de lei que anistia os bombeiros militares do Rio punidos pelo governo do Estado carioca. Os bombeiros participaram de protestos por melhoria nos vencimentos e de condições de trabalho. O autor do projeto, Lindbergh Farias (PT-RJ), argumentou que o objetivo da anistia aos bombeiros militares é atender "às expectativas da população do Rio de Janeiro e do país". Como foi aprovada em caráter terminativo, a matéria segue para apreciação da Câmara. Em sua exposição, Lindbergh disse que a prisão dos bombeiros, em 3 de janeiro, "foi um equívoco". A ordem de prisão dos 429 manifestantes que invadiram o quartel central da corporação partiu do governador Sérgio Cabral.
Origem? Jornal Super Noticia

SAÚDE - Greve atinge hospitais de BH

Cerca de 200 manifestantes não
puderam usar carros de som

Movimento inclui unidades da Fhemig a partir de terça-feira

Uma greve dos servidores estaduais da saúde, prevista para começar a partir da próxima terça-feira, comprometerá os serviços de importantes instituições. Na lista estão os hospitais da Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig), entre eles o Pronto-Socorro João XXIII (HPS), e a Hemominas, ambos na capital.

Os hospitais Eduardo de Menezes, João Paulo II, Júlia Kubitschek, Maria Amélia Lins e Cristiano Machado, além da Fundação Ezequiel Dias deverão ser afetados. Está incluída no movimento a Escola de Saúde Pública. No interior, a greve atinge o pessoal da saúde da Universidade Estadual de Montes Claros.

21/06/2011

BONDE DA ALEGRIA PARA ATENDER A DEPUTADOS - MANOBRA MULTIPLICA A LISTA DE APADRINHADOS

Câmara federal cria mais 57 cargos comissionados a serem distribuídos entre os partidos. Os novos empregos, destinados a afilhados políticos dos parlamentares, vão custar R$ 3,6 milhões por ano aos cofres públicos.

Resolução da Mesa Diretora da Câmara prevê criação de 57 cargos de confiança para distribuir entre as legendas

ACâmara achou a saída para resolver a guerra dos partidos por uma fatia maior de vagas de livre preenchimento para abrigarem afilhados políticos. Um projeto de resolução aprovado na semana passada pela Mesa Diretora inventa 57 postos para distribuir entre as legendas e consegue a façanha de não reduzir os Cargos de Natureza Especial (CNEs) nem das lideranças que encolheram na última eleição. Para isso, vai extinguir a norma interna que estabeleceu relação direta entre os tamanhos das bancadas e a quantidade de servidores de confiança. Na justificativa da proposta, o comando da Câmara afirma que, após as eleições de 2010 e o início da nova legislatura se constatou “deficiência no número de assessores políticos à disposição da Casa e de seus titulares”. Hoje, as excelências têm disponíveis 1.168 cargos de confiança, que geram despesa anual de R$ 95 milhões aos cofres públicos.

A justificativa apresentada pela Mesa Diretora resume as pressões que o presidente tem sofrido desde que foi eleito e a dificuldade de cumprir a promessa de campanha de aumentar o número de cargos para as legendas que cresceram sem reduzir as vagas comissionadas dos partidos que encolheram, como determina a Resolução nº 01/2007, que está sendo descumprida e prestes a sumir de vez.

Na semana passada, Maia propôs um jeitinho para tentar não desagradar a ninguém. A ideia consiste em criar cargos comissionados para alguns e diminuir o número de funções entregues a servidores efetivos. Desse modo, a quantidade total de cargos disponíveis e divulgados parece resultado da adequação do novo tamanho das bancadas. Na prática, contudo, o parlamento faz de conta que tirou da legenda que encolheu e deu à que cresceu e aumenta o número de apadrinhados — o que mais importa aos parlamentares — para todos.

A proposta vai representar um “incremento financeiro” de R$ 3,6 milhões, para o qual não há orçamento previsto este ano. A saída para fechar a conta foi propor a extinção — pelo menos por ora — de vagas disponíveis aos setores técnicos da administração e cortar funções comissionadas que eram concedidas a funcionários de carreira. Nos bastidores, a ideia é que no próximo ano as novas vagas sejam incorporadas ao orçamento e as funções extintas voltem a existir.

Barganha

O problema encontrado pela Mesa Diretora é que nenhum partido se dispunha a perder cargos de confiança. Nessa situação estavam, por exemplo, DEM e PMDB, cujas bancadas diminuíram e, assim, deveriam perder cargos comissionados de forma proporcional.

O projeto de resolução defendido pelo comando da Câmara prevê que essas legendas reduzam em 10 o número total de funcionários, mas aumentem milagrosamente as vagas de CNEs. O DEM, por exemplo, tem atualmente 71 vagas. Vai passar a 76, em vez de abrir mão de 17, como pregava a norma em vigor. O PMDB, por sua vez, acumula 89 CNEs e deveria abrir mão de 23. Não apenas vai garantir o que já tem como ganhará quatro vagas. O PT garante 15 novos cargos de livre nomeação e chega a 104.

Ainda mais satisfeitos estão partidos como o PDT, que ganha 16 postos em vez de apenas nove; PTB, que recebe 22 cargos; e PP, que vai ganhar 20 CNEs.

No tabuleiro onde ninguém quer perder, faltou consenso quando o assunto foi seguir orientações e cumprir a norma editada em 2007. O texto estabelece proporcionalidade entre cargos e o resultado das urnas. Sobraram, na verdade, pressões cobrando do novo presidente o jeitinho prometido durante a campanha.

Por meio da assessoria, Marco Maia, informou que a proposta ainda não foi a plenário porque está sendo construído um acordo para evitar que alguns partidos percam mais assessores que outros. Ontem, na reunião de líderes, não houve consenso. Segundo Maia, se não houver entendimento, ele pode aplicar a norma em vigor, que prejudicaria DEM e PMDB. A assessoria informa ainda que a prioridade é não aumentar as despesas. Outros três integrantes da Mesa afirmaram que era cedo para comentar a proposta.

Origem:

Legislativo municipal - Vereadores em ritmo de férias

Câmara de BH conclui semestre amanhã, mas deixa para trás 291 projetos que terão de ser apreciados em plenário. Ontem, mais uma vez, sessão foi encerrada sem qualquer votação


Muito assistencialismo, pouca legislação. Já em ritmo de férias, os vereadores concluem amanhã o semestre de trabalho com poucos projetos votados. Nos cinco meses em que estiveram na ativa no Legislativo eles votaram em média 2,7 projetos por sessão. Nas 54 reuniões ordinárias, só concluíram a votação de 39 projetos de lei em segundo turno, sendo que a maioria deu nomes a ruas e escolas municipais e criou datas comemorativas. Ainda estão na fila 291 propostas prontas para serem apreciadas em plenário. O Legislativo municipal volta a trabalhar somente em 1º de agosto.

Decreto do governador - Dois mil não declararam que têm ficha limpa

Dos cerca de 12 mil servidores nomeados do estado, 10 mil informaram se têm algum tipo de impedimento para o cargo. Área de recursos humanos vai procurar os que não se manifestaram

Cerca de 2 mil funcionários comissionados que ocupam cargos de direção, assessoramento e chefia no Executivo mineiro não entregaram as declarações de não impedimento para o exercício de cargo público. O prazo estabelecido pelo governador Antonio Augusto Anastasia (PSDB), por meio de um decreto, para que os comissionados entregassem declaração de próprio punho de que não são ficha-suja venceu sexta-feira. Essa exigência faz parte do decreto publicado em maio regulamentando a Lei da Ficha Limpa, aprovada pela Assembleia no fim do ano passado.

Leiam na íntegra: http://www.estaminas.com.br/em.html

19/06/2011

Pensão suspensa - Governo vai avaliar recurso

O governo de Minas Gerais decide amanhã se recorre ou não da decisão da Justiça estadual, que mandou suspender a aposentadoria a ex-governadores mineiros. Enquanto o Supremo Tribunal Federal (STF) não se posiciona sobre o assunto, a juíza da 2ª Vara da Fazenda Pública estadual, Lílian Maciel Santos, concedeu liminar para sustar o pagamento, que custa R$ 47,25 mil mensais aos cofres públicos do estado. O mérito da questão ainda será julgado no estado e no STF.

Recebem o benefício quatro ex-governadores (Rondon Pacheco, Francelino Pereira, Hélio Garcia e Eduardo Azeredo) – recebendo R$ 10,5 mil cada – e a pensão da viúva do ex-governador Israel Pinheiro, Coracy Pinheiro, que recebe R$ 5,25 mil. Na ação civil pública, o promotor João Medeiros argumenta que a “inusitada situação” configura “violação dos princípios constitucionais da administração pública”. Além da suspensão imediata do pagamento, a juíza determinou que os beneficiários de aposentadoria e pensão sejam incluídos na ação, mas o MP vai recorrer por entender que a participação deles não influencia no processo.

A questão também depende de uma ação direta de inconstitucionalidade proposta pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil no STF, que não terá julgamento de liminar. O ministro Dias Toffoli optou pelo rito abreviado, determinando a intimação dos envolvidos para que o caso siga direto para julgamento do mérito em plenário. As duas ações correm de forma independente.

A postura dos ex-presidentes

A data era 19 de agosto de 2002. O país estava à beira da bancarrota, o dólar tinha rompido a casa dos R$ 3. Então presidente da República, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) reunia os presidenciáveis José Serra (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PPS) e Anthony Garotinho (PSB), que disputavam a sua sucessão. Na pauta do encontro, o aval dos candidatos ao acordo do Brasil com o Fundo Monetário Internacional (FMI), para um empréstimo de R$ 30 bilhões. O temor do mercado era uma eventual vitória de Lula. O que ele faria com a economia? Lula foi ao encontro, lançou em seguida a sua Carta ao povo brasileiro, ganhou a eleição e seguiu a cartilha ortodoxa na economia. O país cresceu em seu governo e continua em boa situação até hoje. O PSTU não foi convidado para o encontro. E nem iria. Fez alguma diferença?

Hoje ex-presidente, Lula preferiu não rebater as críticas de Fernando Henrique em entrevista ao Estado de Minas na semana passada. Optou pelo silêncio. Bem, pelo menos em relação a FHC, porque seu esporte preferido atualmente é bater no ex-governador de São Paulo José Serra. E foi o que ele fez. Deixou Fernando Henrique e partiu, bem-humorado, para cima de Serra, lembrando o episódio da campanha eleitoral do ano passado, “quando um meteorito de papel atingiu” a cabeça do então candidato tucano. As críticas de FHC a Lula são do jogo político. As de Lula a Serra também. A postura de ex-presidentes, no entanto, deve seguir um ritual.

Basta ver como se comportam os ex-presidentes dos Estados Unidos. Democratas ou republicanos, colocam o país acima de suas diferenças. Os candidatos de 2002 agiram assim. Os ex-presidentes de agora podem fazer o mesmo. O Brasil merece gestos de grandeza.

Gentilezas

É grande a movimentação no ninho tucano em torno da homenagem ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, no dia 30. E com um detalhe: depois da gravação com elogios que a presidente Dilma Rousseff fez a FHC, o PSDB decidiu convidar alguns integrantes do governo para participar da festa. Como se diz, se Dilma foi gentil com Fernando Henrique, os tucanos serão gentis com ela. Já o ex-presidente Lula (foto) prefere continuar ignorando as críticas de FHC.

Nada ainda

Os tucanos mineiros ironizam o anúncio de que a presidente Dilma Rousseff vem a Minas anunciar obras, entre elas o primeiro trecho da BR-381, a Rodovia da Morte, no trecho até Caeté. Lembram que em Belo Horizonte só o governo do estado e a prefeitura têm investido, com obras na Linha Verde, como o viaduto da Rua Jacuí e das avenidas Antônio Carlos e Pedro I. Cobram, por exemplo, uma resposta sobre o metrô e o fim da novela envolvendo o Anel Rodoviário.

Não pagou

Deputado federal mineiro, conhecido por suas falcatruas, pediu à deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF) R$ 400 mil por cada voto contrário à sua cassação no processo que corria no Conselho de Ética da Câmara Federal. Ela não topou e o conselho aprovou a perda de seu mandato. A situação de Jaqueline agora será decidida no plenário da Casa. A votação é secreta.

Na hora H

O feriado desta semana vem a calhar para as ministras Gleisi Hoffmann e Ideli Salvati, que farão a coordenação política do governo. É que o Congresso deve ficar vazio e elas ganham tempo para arrumar a casa e tomar pé da situação. Quando os deputados e senadores voltarem na semana que vem, elas terão muito trabalho para afinar o discurso de temas complicados como os royalties do petróleo, a regulamentação da Emenda 29 e a PEC-300, do piso dos policiais.

Santo de barro

Não foi à toa que o Palácio do Planalto não repetiu, no Senado, a tática de pedir urgência na tramitação do projeto do novo Código Florestal. Depois da derrota na Câmara dos Deputados, a ordem da presidente Dilma Rousseff é ir devagar com o andor porque o santo ruralista é de barro. Numerosa, a bancada ruralista está a postos para manter o texto aprovado pelos deputados. O governo quer mudar, mas, neste caso, querer não é poder.

PINGA FOGO

O ex-presidente Lula também atacou a imprensa. Será que é porque ela publicou a entrevista de Fernando Henrique Cardoso? Ou será o “problema psicológico” que FHC falou?

O governo federal faz mais concessões para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 do que exigem a Fifa e o Comitê Olímpico Internacional. Não dá para dizer que ele está jogando um bolão.

O Procon da Assembleia Legislativa detecta aumento de preços dos produtos típicos das festas juninas. Não dá para soltar foguetes para esta notícia.

No debate sobre a reforma política, os deputados estaduais vão falar sobre o papel das mulheres na questão. Em temporada de ala feminina em alta no governo Dilma, é oportuna a ideia.

O Palácio do Planalto confirma dois nomes peemedebistas para o comando da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Começa a “abastecer” a aliança com o PMDB.

Mesmo assim, ainda insatisfeita, a base aliada prepara armadilhas para o governo Dilma. Entre elas, a PEC-300, do piso dos policiais, e a Emenda 29, das verbas da saúde. Todo cuidado é pouco.

Policial reage a assalto e mata dois adolescentes na Pampulha, em BH

Roubo aconteceu na noite deste sábado (18) no bairro Trevo.

Na fuga, criminosos bateram carro em árvore e foram baleados.


Do G1 MG




Três são presos suspeitos de invadir casa em Contagem, na Grande BH Homens armados invadem mansão no bairro Mangabeiras, em BH Agricultores reclamam de assaltos próximos à Ceasa, na Grande BH Três são presos suspeitos de assalto a uma joalheria em BH Policial civil é morto e outro fica ferido em ‘saidinha de banco’ em BH Um policial civil de 30 anos reagiu a um assaltou e baleou dois adolescentes na noite deste sábado (18) no bairro Trevo, Região da Pampulha, em Belo Horizonte. Eles não resistiram aos ferimentos e morreram. De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem estava dentro do carro quando foi abordado pelos criminosos.

Durante a fuga, com a vítima dentro do veículo, o rapaz que dirigia perdeu o controle da direção e bateu em uma árvore. O homem reagiu e atirou nos suspeitos.

Ainda segundo a PM, os suspeitos tinham ficha policial por furtos e roubos. No local foi encontrada uma garrucha que, possivelmente, foi a arma usada pelos adolescentes para fazer o assalto
 
saiba mais

Três são presos suspeitos de invadir casa em Contagem, na Grande BH Homens armados invadem mansão no bairro Mangabeiras, em BH Agricultores reclamam de assaltos próximos à Ceasa, na Grande BH Três são presos suspeitos de assalto a uma joalheria em BH Policial civil é morto e outro fica ferido em ‘saidinha de banco’ em BH
 
Homens armados invadem mansão no bairro Mangabeiras, em BH
 
Agricultores reclamam de assaltos próximos à Ceasa, na Grande BH
 
Três são presos suspeitos de assalto a uma joalheria em BH
 

  • Policial civil é morto e outro fica ferido em ‘saidinha de banco’ em BH



  • Tribunal de Justiça corta pensão de ex-governadores

    Como o mérito da ação civil pública não foi analisado, à decisão da 2ªVara da Fazenda ainda cabe recurso

    Ezequiel Fagundes - Repórter - 18/06/2011 - 13:05

    A juíza Lilian Maciel Santos, da 2ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça de Minas, atendeu pedido de liminar do Ministério Público Estadual (MPE) e determinou ontem a suspensão imediata das aposentarias vitalícias pagas a quatro ex-governadores do Estado e uma víuva de ex-chefe do Executivo.

    Como ficou constatado em inquérito civil público, os ex-governadores Rondon Pacheco (1971-1975), Francelino Pereira (1979-1983), Hélio Garcia (1984-1987) e 1991-1995), Eduardo Azeredo (1995-1999) e a viúva de Israel Pinheiro (1966-1971), Coracy Uchoa Pinheiro, recebem pensão vitalícia com base numa lei de 1967.

    Segundo o MP, os ex-governadores recebiam R$ 10,5 mil mensais, enquanto a viúva de Israel Pinheiro recebia R$ 5.250. Como o mérito da ação não foi analisado, à decisão ainda cabe recurso. Para o promotor João Medeiros, autor da ação civil pública, a situação verificada em Minas Gerais violava princípios constitucionais da administração pública, em especial os da igualdade, impessoalidade e moralidade administrativa, além de afrontar os preceitos da responsabilidade dos gastos públicos, todos eles descritos no artigo 37 da Constituição Federal.

    Além dos princípios constitucionais, outro argumento apresentado pelo MP e que foi aceito pela juíza é que, embora a origem dos benefícios tenha compatibilidade com uma lei de 1967, tal relação deixou de existir com a promulgação da Constituição de 1988, que não recepcionou o pagamento do benefício vitalício mensal.

    No entendimento do MP, como a remuneração é tratada juridicamente como subsídio pelo desempenho em função pública, quem não ocupa mais cargo público não tem o direito de continuar recebendo pensão. “Vamos aguardar a decisão de mérito, mas a decisão da juíza é uma sinalização clara do Judiciário contra a manutenção de privilégios mantidos por ex-agentes políticos que não estão mais no exercício do mandato”, disse Medeiros.

    No início deste ano, o Governo mandou um projeto de lei para a Assembleia Legislativa que proíbe a concessão dos benefícios. No entanto, a proposta só valeria para novos pedidos, sem retroatividade. Mesmo assim, a iniciativa esbarrou na vaidade dos deputados, que agora brigam pela paternidade da proposta, já que um texto semelhante ao do Governo já teria sido protocolado anteriormente na Casa pela oposição.

    15/06/2011

    Aécio oferece candidatura ao Governo de Minas a Lacerda

    Tucano tenta última cartada para que o prefeito de Belo Horizonte desfaça acordo com petistas
    Aécio Neves tenta manter Governo de Minas com Marcio Lacerda no lugar de Antonio Anastasia (Foto: Renato Cobucci)

    Lacerda teria recusado, no momento, sob a alegação de que não poderia concorrer contra o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel (PT), que deve tentar o Governo mineiro em 2014. Na época em que o assunto surgiu, nos primeiros meses deste ano, Aécio estava empenhado em conseguir o comando nacional do partido. Agora, dizem interlocutores, o senador tem todas as condições de fazer a oferta concreta, pois tem as rédeas do PSDB nacional.

    Uns poucos aliados afirmaram que, caso não tivesse êxito na briga pelo comando da sigla, congelaria as negociações sobre os rumos do partido na eleição para o Governo de Minas. É que ele próprio poderia voltar a tentar o Palácio Tiradentes em um cenário em que o ex-presidenciável José Serra e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, tomassem as rédeas do PSDB nacional. Como tudo fluiu como previsto por Aécio - conseguiu eleger os principais postos na hierarquia tucana - o senador sentiu-se à vontade para colocar na mesa de negociações a vaga de candidato ao Governo mineiro, segundo interlocutores.

    Bombeiros tentam convencer base do governo na Câmara a negociar melhores salários

    Deputados propõem salário de R$ 2.111; Justiça recebe denúncia da Promotoria
    Milhares de pessoas se reuniram em Copacabana para apoiar a campanha dos bombeiros por melhores salários no último domingo (Foto: Felipe Oliveira/R7)

    A luta dos bombeiros pela anistia e por melhores salários deve ganhar mais um capítulo nesta terça-feira (14), quando eles pretendem se reunir com os deputados da base aliada ao governo Sérgio Cabral (PMDB) na Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro). A intenção do encontro é convencer os parlamentares a aderir à emenda elaborada pelos deputados que apoiam o movimento dos militares.

    Nesta segunda-feira (13), deputados da oposição, favoráveis à causa dos bombeiros, fizeram uma emenda que propõe que as parcelas de reajuste salarial que seriam pagas até 2014 sejam antecipadas. Com isso, os soldados passariam a receber R$ 1.584. Mas, para atender as reivindicações dos militares que pedem um salário de R$ 2.000, os parlamentares também fizeram a proposta de aumento de 33%, que colocaria o piso da categoria no valor de R$ 2.111.

    Em relação ao vale-transporte, um dos benefícios reivindicados pelos bombeiros, os parlamentares propõem outra emenda que prevê que o benefício seja pago com recursos do Funesbom (Fundo Especial do Corpo de Bombeiros).
    Leiam na íntegra: http://hojeemdia.com.br/cmlink/hoje-em-dia/noticias/brasil/bombeiros-tentam-convencer-base-do-governo-na-camara-a-negociar-melhores-salarios-1.294879

    Minas Gerais antecipa vacina contra sarampo

    Profissional manipula vacinas contra
    sarampo
     e poliomelite






    Crianças de 1 a 6 anos deverão ser imunizadas contra a doença a partir de sábado

    Em resposta à preocupação do Ministério da Saúde com a epidemia de sarampo que atinge a Europa, Minas Gerais e outros sete estados anteciparam o período de vacinação contra a doença para antes das férias escolares. A partir do próximo sábado (18), dia que inicia a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, crianças de 1 a 6 anos poderão também ser imunizadas contra sarampo.

    Segundo o secretário estadual de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, desde março de 1989 o Brasil não registra nenhum caso de poliomielite e, desde 2000, não há ocorrência de sarampo em território brasileiro. “Foram identificados casos em que a doença foi transmitida em outro país. Por isso é importante fazermos essa ação preventiva em estados que são polos de turismo da Europa”, disse.
    Em Minas Gerais, 1,2 milhão de crianças de 0 a 4 anos devem receber as duas gotinhas para se imunizarem contra a pólio. Já a tríplice viral, que previne o sarampo, a rubéola e a caxumba, será aplicada em cerca de 1,5 milhão de crianças de 1 a 6 anos. O objetivo é atingir 95% do público-alvo. Até mesmo os pequenos que já foram vacinados contra o sarampo devem receber uma dose de reforço. Os postos de saúde estarão abertos de 8 às 17 horas.

    12/06/2011

    Revista Geral 21 05 11 Parte 04 - FOMOS OU NÃO FOMOS TRAÍDOS?


    Prestem muito bem a atenção nas palavras do Ten Gonzaga quando o Sgt Spakove le um e-mail de uma ouvinte, ele toma a palavra e diz que ele seria o primeiro a parar, no entanto na última assembléia ele foi o que mais foi contra a decisão da maioria que era para parar. PORQUE SERÁ QUE ELE MUDOU DE OPINIÃO HEM? TIREM SUA CONCLUSÕES.

    Revista Geral 21 05 11 Parte 03 - PRESTEM A ATENÇÃO NESTE VIDEO E TIREM A CONCLUSÃO DO QUE ACONTECEU NA ULTIMA ASSEMBLÉIA PARA UMA MUDANÇA RADICAL DOS PENSAMENTOS DAS LIDERANÇAS!!!


    Gostaria de pedir aos amigos leitores e seguidores deste blog para que escutassem com calma este video e prestassem bastante a atenção nas falas do cabo Julio. Ele foi muito claro quando disse que não aceitaria nenhum parcelamento no piso pleiteado. Tudo que aconteceu na última assembleia e o que as lideranças fizeram e falaram no último programa Revista Geral, vai de encontro ao que o Cb Julio fala aqui, INCLUSIVE ELE FALA NO VIDEO QUE O GOVERNO JOGA MUITO COM AS PALAVRAS E QUE SE GANHASSEMOS O PISO DE R$ 4 MIL HOJE, OU SEJA, JÁ, MESMO ASSIM NÃO ESTARIAMOS NOS TRÊS PRIMEIROS SALARIOS, COMO ENTÃO FICAREMOS COM OS R$ 4 MIL SÓ EM 2015? DEU PARA PERCEBEREM O QUE EU QUERIA FAZER NO PROGRAMA REVISTA GERAL DO ÚLTIMO SÁBADO? JUSTAMENTE COLOCAR POR TERRA O QUE ELES PREGRARAM NA ÚLTIMA ASSEMBLÉIA. E não vamos falar que foi só ele que pensava e que disse isso, foi pensamento unaneme de toda as lideranças. Ai eu falo uma pergunta, como podemos confiar nesses negociadores. Algo muito forte aconteceu nestes ultimos encontros que as lideranças tiveram com o governo para que as mudanças de pensamentos fosses mudadas, ou então eles não tem palavras e nem ideologia, pois ninguem muda uma postura igual as lideranças que estiveram no programa neste dia, sem um motivo muito forte.

    TIREM SUAS CONCLUSÕES E DIGAM SE NÓS CHEGAMOS AO FIM DAS NEGOCIAÇÕES NO DIA 08/06 CONFORME ESTES "LIDERES" TENTAM PASSAR PARA A TROPA. O QUE FEZ ELES MUDAREM DE IDÉIA NA ULTIMA HORA PARA CORTAREM EU E A RENATA DE PARTICIPAR DO DEBATE DO ULTIMO SABADO? COM A PALAVRA OS LEITORES.

    Cabo Fernando